Polícia Civil prende padrasto investigado por abusar de enteada em Sinop

Um homem, de 54 anos, investigado pelo estupro da enteada adolescente, foi preso nesta sexta-feira (16.02) pela equipe da Delegacia de Defesa dos Direitos da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso de Sinop em cumprimento a um mandado de prisão.

A investigação do crime foi instaurada em 26 de janeiro, quando a Polícia Civil foi procurada pelo Conselho Tutelar acompanhada da vítima. A menor relatou que foi estuprada pelo padrasto desde os 11 anos, quando a família ainda morava no estado de São Paulo.

Depois que a família se mudou para Sinop, os crimes continuaram e a vítima contou sobre os abusos para sua mãe que, segundo ela, teria pedido apenas para que a menor perdoasse o suspeito. Ela contou ainda que o suspeito a ameaçou de morte, caso contasse sobre o crime.

A vítima, atualmente com 16 anos, mostrou as cicatrizes deixadas em seu corpo, causadas durante crimes. De acordo com os relatos da menor, o padrasto teria dito que as lesões eram para ‘marcá-la como propriedade’ dele.

A adolescente disse ainda que buscou a ajuda por temer que os outros irmãos mais novos se tornassem vítimas do abusador.

Após receber a denúncia, a delegacia instaurou inquérito e diante das provas colhidas, em menos de duas semanas, representou pela prisão do suspeito, que foi acatada pelo Ministério Público e autorizada pelo Poder Judiciário de Sinop.

Depois da prisão, o investigado foi encaminhado para a Delegacia Especializada e ouvido. Em seguida, será encaminhado para a Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite.

galeria de imagens

Veja também

Sorriso: motorista é preso pela PRF com carga de cigarro contrabandeado do Paraguai 

Três homens foram localizados em uma residência, com as mãos e pés amarrados

Polícia Militar recupera veículo em menos de 20h após assalto

Suspeito de participar de tripla tentativa de homicídio é preso pela Rotam

Colisão na BR-163 deixa duas crianças e casal feridos

Duas pessoas são baleadas após briga por som alto em Sorriso