Polícia Federal realiza busca e apreensão na Aprosoja e pega dezenas de documentos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

A Polícia Federal realiza busca e apreensão na sede da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja), em Cuiabá, nesta tarde de segunda-feira (6). Duas viaturas estão no local. Até o momento, os policiais levaram dezenas de documentos.

De acordo com a assessoria, ninguém está autorizado a falar sobre a operação.

Ainda pela manhã, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu o pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), e determinou o bloqueio das contas da Aprosoja Brasil e da Aprosoja de Mato Grosso.

A desconfiança é de que recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) e do Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) estejam sendo utilizados para financiar as manifestações através das duas entidades.

Os policiais pediram para que uma funcionária abrisse um cofre. Em seguida,  um dos agentes encontrou vários banners que foram abertos. Além de documentos e informações que podem comprovar que a entidade financia as manifestações, os policiais querem saber se existem materiais de convocação para o ato de 7 de setembro.

Vídeo da notícia