Nova Ubiratã| Sorriso

Policiais civis prendem mais um foragido da Operação Procusto em Nova Ubiratã

Nesta quarta-feira (28.06), as autoridades policiais da cidade de Nova Ubiratã realizaram a prisão de mais um dos foragidos da Operação Procusto, deflagrada recentemente com o objetivo de capturar os mandantes e executores do assassinato brutal de um jovem paulista, ocorrido em abril deste ano.

O suspeito identificado como J.V.N.C., vulgo Jacaré, foi localizado pela equipe da Polícia Civil em uma vila rural situada a aproximadamente 100 quilômetros da cidade de Nova Ubiratã. Após a captura, ele foi conduzido à unidade prisional de Sorriso, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Operação Procusto foi deflagrada com o intuito de cumprir oito mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão contra membros de uma facção criminosa envolvida no sequestro, tortura e homicídio qualificado de Pablo Ronaldo Coelho dos Santos, de 24 anos.

O crime ocorreu quando Pablo e um amigo foram sequestrados em um bar de Nova Ubiratã, no dia 19 de abril. Ambos haviam se deslocado do interior de São Paulo para trabalhar na região. Após serem levados a uma residência, foram submetidos a diversas sessões de tortura ao longo da madrugada. Na manhã seguinte, foram conduzidos a uma área de mata próxima à cidade. Durante o trajeto, o amigo de Pablo conseguiu escapar do veículo dos criminosos e, mesmo ferido, buscou ajuda na polícia. Infelizmente, Pablo foi brutalmente executado, tendo seus membros decepados e seu corpo ocultado na mata, sendo encontrado apenas após 42 dias de intensas buscas.

O delegado Bruno França Ferreira, responsável pelas investigações, ressalta que toda a crueldade praticada pelo grupo criminoso teve como motivação um suposto sinal feito pelas vítimas, utilizando a mão e remetendo ao número três.

Entre os presos durante a operação encontra-se uma funcionária da educação do município de Nova Ubiratã. As investigações apontaram que ela desempenhou um papel direto na execução dos crimes, demonstrando extrema perversidade ao ordenar a mutilação das vítimas.

Os crimes foram ordenados por um indivíduo identificado como A.A.L., que encontra-se detido na Penitenciária Central do Estado. Mesmo estando recluso, ele recebia informações dos demais integrantes da organização criminosa, os quais monitoravam Pablo e seu amigo desde a chegada deles a Nova Ubiratã.

Informações obtidas pela Polícia Civil revelaram que o sequestro foi premeditado com o objetivo de torturar as vítimas, a fim de que confessassem fazer parte de uma facção criminosa rival.

Atualmente, um dos alvos da operação ainda está sendo procurado pelas autoridades policiais da região. As investigações continuam em andamento para sua localização e captura.

Veja também

Diamond Park: inovando o Conceito de Moradia em Sorriso

Fumaça na sala de embarque do aeroporto Marechal Rondon assusta passageiros

Ex-padrasto é preso pela Polícia Civil após abusar sexualmente de adolescente e induzi-la a aborto

SORRISO: mulher é espancada com pedaço de madeira no Jardim Tropical após desentendimento

SORRISO: homem supostamente embriagado provoca acidente na Avenida Brasil

SORRISO: Empresário morre após cair em lago artificial na região do Rio Teles Pires