Policiais penais encontram buracos em ala e apreendem materiais ilícitos em presídio de MT

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Policiais penais da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa, mais conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis (215 km de Cuiabá), encontraram, na manhã desta terça-feira, diversos materiais ilícitos durante a Operação de Revista.

Na ação policial, as equipes de plantão Delta e Expediente encontraram alguns buracos na parede e no chão da Ala II. Ao todo, foram apreendidos 20 aparelhos celulares de diversos modelos, 12 carregadores e 10 fones de ouvido que estavam enrolados em sacos plásticos.

O diretor da unidade, Ailton Ferreira, afirmou que 97 reeducandos estavam na ala e que os envolvidos responderão a um Processo Administrativo Disciplinar (PAD). Os detentos foram encaminhados para outra ala e as obras de reparos necessários já foram iniciadas.

“Os agentes receberam informações sobre os ilícitos e utilizaram um martelete para conseguir quebrar parte da estrutura e localizar os aparelhos celulares e os demais acessórios. A direção da unidade vem traçando estratégias para manter a ordem e a disciplina com o objetivo de impedir o uso de materiais ilícitos por parte dos detentos”, afirma.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

DP PEIXOTO NOVA

Homem investigado por homicídio encomendado por facção criminosa é preso pela Polícia Civil

whatsapp-image-2022-05-16-at-08.11.40 (1)

Organização criminosa investigada por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro é alvo de operação da PF em MT

16055613_1

Homem é preso em flagrante por estuprar mulher em MT

3d4a8a870b5c5f49b2c9366505af3c74

Homem morre e mulher fica ferida em acidente entre carretas e carro na BR-163 em Nova Mutum

foto_divulgacao_114_e

Em Lucas: criminosos tentam furtar agência bancaria e fogem antes da chegada da polícia

GEFRON E COD-GO

Forças de Segurança de MT e Goiás apreendem 25 quilos de cocaína na divisa entre os dois Estados