(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Prazo para transferência de propriedade de veículos está suspenso em MT

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Os cidadãos que adquiriram veículos a partir de 29 de janeiro de 2021 terão prazo prorrogado, por tempo indeterminado, para realizar a transferência de propriedade junto ao Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

A suspensão do prazo foi determinada pela portaria nº 210 de 25 de março de 2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que dispõe sobre os novos prazos de processos e procedimentos relacionados ao trânsito em Mato Grosso.

A transferência de propriedade é um procedimento obrigatório e deve ser feita em um prazo de 30 dias, conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), para o novo dono do veículo conseguir emitir o licenciamento anual e evitar possíveis transtornos.

Com a suspensão do prazo estipulado pela portaria do Contran, não há necessidade de realizar a transferência de imediato. O proprietário do veículo não irá pagar a multa caso não realize o procedimento dentro dos 30 dias estipulados pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Portaria Contran

Além da transferência de propriedade do veículo, ficam prorrogados por tempo indeterminado os seguintes prazos:

– Registro e licenciamento do veículo novo adquirido a partir de 12 de fevereiro de 2021;

– Renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e das Autorizações para Conduzir Ciclomotor (ACC) vencidas desde 1º de março de 2020 e com vencimento a partir de 26 de março de 2021;

– Apresentação de recursos em processos de suspensão do direito de dirigir e de cassação do documento de habilitação encerrada desde 1º de março de 2021;

– Apresentação de defesa prévia e de indicação do condutor infrator encerrada desde 1º de março de 2021, para as notificações de autuação (NA) já enviadas;

– Apresentação de recurso encerrada desde 1º de março de 2021, para as notificações de penalidade (NP) expedidas;

Para fins de fiscalização, as medidas têm aplicação em âmbito nacional, devendo ser observadas por todos os órgãos integrantes do Sistema Nacional de Trânsito.