Prefeitura de Brasnorte demite servidores após vazamento de vídeo comprometedor

A prefeitura de Brasnorte, localizada a 410 km de Sinop, viu-se envolvida em um escândalo nesta quinta-feira (15), após a confirmação da demissão de um homem e do afastamento de uma mulher, ambos servidores municipais. O motivo  para as medidas foi o vazamento de um vídeo que mostra os dois envolvidos em atividades íntimas nas dependências da Secretaria de Educação.

O homem, um servidor contratado com acesso à sede da secretaria, e a mulher, que desempenhava a função de auxiliar de sala de aula, foram flagrados em um ato impróprio, que foi gravado e posteriormente divulgado nas redes sociais. A identidade dos envolvidos não foi revelada pela prefeitura, mas as imagens viralizaram rapidamente, gerando um grande constrangimento para a comunidade local.

Em resposta ao incidente, a Secretaria Municipal de Educação emitiu uma nota oficial repudiando veementemente a conduta dos servidores. A nota destaca o compromisso com os valores éticos e morais nos espaços destinados ao serviço público e prédios administrativos. Além disso, a secretaria informou que tomou medidas imediatas para lidar com a situação.

A nota oficial expôs: “Reforçamos os valores éticos e morais para com os espaços destinados ao serviço público e prédios administrativos. Desta forma, repudiamos integralmente a postura inadequada dos servidores que agiram contra os valores adotados por toda a prefeitura municipal e, sendo assim, comunicamos a todos que providências administrativas já foram tomadas com a exoneração imediata de um servidor comissionado e a abertura de sindicância para com a servidora concursada, tendo em vista o comportamento impróprio em vídeo recente que circula nas mídias sociais.”

O comunicado não especificou quando o vídeo foi gravado, mas confirmou que as medidas disciplinares foram tomadas de forma imediata.

Veja também

Corpo de bombeiros captura cobra cascavel em empresa de Sorriso

Governador defende eficiência e que Brasil lidere setor da economia verde

Medida Provisória do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor

Ministro Alexandre de Moraes suspende por mais 90 dias processo sobre Ferrogrão no STF

Primeira-dama de Mato Grosso abraça a causa da Conscientização sobre a Doença Celíaca

Governador se reúne com banco que pretende financiar projetos de descarbonização em MT