Prefeitura de Sorriso prorroga fechamento do Depósito Municipal de Entulhos e Galhadas

A Prefeitura de Sorriso informou que a data de encerramento do Depósito Municipal de Entulhos e Galhadas (DMEG), conhecido popularmente como “Lixão”, foi prorrogada para o dia 22 de dezembro, uma sexta-feira. A decisão foi protocolada no Ministério Público (MP) e ratificada durante uma reunião realizada nesta manhã, 05 de dezembro, entre o Executivo Municipal e o diretor regional da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Gabriel Conter.

O adiamento da data de fechamento se deve a questões legais e ambientais, conforme explicou Gabriel Conter. Sorriso possui um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público desde 2013 e foi autuado pela Sema em 2015 e 2016, orientando o encerramento do DMEG. O não cumprimento dessa determinação colocaria o município em desacordo com a legislação, sujeitando-o a penalidades, inclusive criminalmente, devido ao embargo judicial sobre a área.

Marcelo Lincoln, gestor da pasta de Agricultura, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia (Samatec) do Município, ressaltou que o DMEG operava sob embargo judicial e que, com o fechamento, inicia-se o processo de recuperação ambiental da área.

O prefeito Ari Lafin destacou que a Administração Municipal tem mantido diálogo constante com todos os envolvidos. O processo incluiu o credenciamento de empresas para a destinação adequada de resíduos sólidos. Empresas locais foram credenciadas para lidar com essa demanda, e o prefeito salientou que os custos para os empresários serão os mesmos arcados pela Prefeitura.

Ari Lafin enfatizou a importância de cumprir com as medidas para transformar Sorriso em um exemplo ambiental. A reunião com os empresários de Disk Entulho realizada em 31 de outubro reiterou que o Município terá seis meses para realizar as tratativas de destino dos resíduos, buscando respeitar as leis ambientais.

Além disso, o prefeito ressaltou a necessidade de conscientização da população para a mudança de hábitos. A instalação de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) em pontos estratégicos da cidade será uma das ações para facilitar a destinação correta de entulhos e restos de jardinagem.

O fechamento oficial do DMEG alinha-se com o Marco Legal do Saneamento Básico, instituído em 2020, que prevê o encerramento de lixões e similares. Ari Lafin finalizou enfatizando a importância da colaboração da população nesse processo de transição e respeito ao meio ambiente. A destinação incorreta de resíduos, além de ser prejudicial ao ambiente, configura crime ambiental, sujeito a penalidades segundo a Lei 9.605/1998.

Veja também

Corpo de bombeiros captura cobra cascavel em empresa de Sorriso

Governador defende eficiência e que Brasil lidere setor da economia verde

Medida Provisória do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor

Ministro Alexandre de Moraes suspende por mais 90 dias processo sobre Ferrogrão no STF

Primeira-dama de Mato Grosso abraça a causa da Conscientização sobre a Doença Celíaca

Governador se reúne com banco que pretende financiar projetos de descarbonização em MT