(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Preso está intubado com Covid-19 e outros 50 do mesmo presídio em MT estão contaminados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Um preso da Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, mais conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis (MT), está intubado com Covid-19 e outros 50 do mesmo presídio testaram positivo para o vírus. O que agrava o problema no local é a superlotação carcerária.

Atualmente, 1.568 pessoas estão presas na unidade prisional e a capacidade é para 828 presos. Desde o início da pandemia, foram registradas quatro mortes de presidiários pela Covid-19 em todo o estado, mas nenhuma delas foi em Rondonópolis.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), os outros contaminados estão isolados e recebendo acompanhamento médico.

O órgão informou ainda que adota medidas preventivas em casos positivos da Covid-19, como a quarentena obrigatória para os novos reeducandos, também faz desinfecção das penitenciárias e a utilização de máscaras e álcool em gel entre os presos.

Vacinação
De acordo com a Prefeitura de Rondonópolis, os presos com mais de 60 anos foram vacinados contra a Covid-19. Ao todo, 22 presidiários receberam doses da Coronavac.

Além dos detentos com mais de 60 anos, trabalhadores da unidade penal de Rondonópolis e profissionais das forças de segurança do município também já receberam a primeira dose do imunizante contra a Covid-19.

Outros detentos da unidade devem ser vacinados quando avançar a imunização para outras fases do Plano Nacional de Imunização (PNI). Os detentos em geral estão previstos para receber a primeira dose na fase 4 do PNI.