Primeira-dama do Estado recebe homenagens e título de embaixadora em evento de diversidade

A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, participou do Meet Gala Amigos da Diversidade, realizado na Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM), nesta quarta-feira (29.11). Acompanhada pela filha caçula, Maria Luiza, e pela empresária Idê Guimarães, madrinha do projeto, Virginia celebrou o lançamento do Centro de Desenvolvimento e Integração Social (CEDIS), do projeto CreSER, além de receber homenagens, incluindo o título de embaixadora.

O evento contou com a presença da influencer e madrinha da ação, Nicole Bahls, magistrados e convidados.

Ao longo de dois dias, a Associação Liberdade, sob a direção de Sandro Lohmann, reuniu pessoas LGBTQIA+ egressas do sistema prisional. Com o apoio do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Penitenciário do Tribunal de Justiça de MT, o encontro teve como propósito discutir temas para um cumprimento de pena mais humanizado, digno, efetivo e sustentável.

A Associação Mais Liberdade busca oportunizar aos egressos formação, participação e liderança na resistência, luta e superação do cárcere. As atividades incluem atendimento social, psicológico, jurídico, formação, qualificação, e encaminhamento em rede.

Virginia Mendes ressaltou a importância dessas ações, lembrando os depoimentos impactantes de pessoas egressas, especialmente o inspirador trajeto de Sandro.

“Conheci histórias lindas e pude celebrar, juntamente com o Sandro e outras pessoas que superararam as dificuldades do sistema,  as conquistas que eles já alcançaram”, contou Virginia Mendes.

A primeira-dama recebeu moção de reconhecimento pelo trabalho dedicado e contribuição para uma sociedade mais fraterna, igualitária e segura. Ela ainda foi surpreendida com o anúncio que nas futuras instalações do CEDIS será instalado o Centro de Referência, Sustentabilidade, Empreendedorismo e Renda ‘CreSER Virginia Mendes’.

“Toda minha gratidão aos idealizadores, porque os pilares do SER – Superação, Esperança e Respeito serão eternizados”, agradeceu.

Virginia também agradeceu às pessoas envolvidas no projeto, incluindo magistrados, a influencer e madrinha da ação, Nicole Bahls, o embaixador, desembargador Orlando Perri, os patronos Ruth Semyramis e o juiz Geraldo Fidelis, e sua equipe Unaf.

“Vamos lutar contra o preconceito, porque todos somos iguais diante do nosso amado Deus”, concluiu Virginia Mendes.

 

Veja também

Rio Grande do Sul: 18 escolas públicas de Porto Alegre retomam aulas nesta segunda-feira (20)

Padre Augustinho Bona que morreu em Sorriso ontem, será sepultado no Paraná

Corpo de bombeiros captura cobra cascavel em empresa de Sorriso

Governador defende eficiência e que Brasil lidere setor da economia verde

Medida Provisória do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor

Ministro Alexandre de Moraes suspende por mais 90 dias processo sobre Ferrogrão no STF