Economia

Procon-SP multa Vivo em mais de R$ 3,5 mi por cobranças indevidas

Publicado em 25/09/2019

De acordo com nota do Procon-SP, a Vivo “realizou cobranças irregulares dos consumidores exigindo pagamentos sem que houvesse a prestação do serviço, por valores já pagos e por serviços já cancelados”.

A instituição de defesa do consumidor ainda afirma que a empresa “entregou serviços não solicitados e enviou as respectivas cobranças”, além de “deixar de apresentar soluções às demandas feitas por consumidores por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) dentro do prazo de cinco dias úteis”.

O grupo Vivo/Telefonica está no topo das reclamações de clientes no Estado de São Paulo, segundo dados do Sindec disponíveis no site do Procon. Dos 22.486 atendimentos registrados, 9.261 foram referentes a cobranças indevidas. Nos dados da Fundação Procon referentes apenas à cidade de São Paulo, a empresa está no segundo lugar no ranking das mais reclamadas. Com 10.426 atendimentos, ela está pouco atrás da primeira colocada no município: a Net/Claro/Embratel, com 10.600 atendimentos.

Procurada, a Vivo/Telefônica afirmou em nota que “não foi notificada”.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)