Procons de Mato Grosso fiscalizam postos de combustíveis no Estado em ação do Mutirão do Preço Justo

Em Cuiabá, 45 postos de combustíveis foram fiscalizados nesta quarta-feira (24) pelo Procon estadual, em uma ação conjunta com outros órgãos de defesa do consumidor. O objetivo da operação foi verificar os preços da gasolina comum e do diesel praticados pelos postos de combustíveis no estado de Mato Grosso. Além da capital, outros 20 municípios do interior passaram pelo processo de fiscalização.

Essa iniciativa faz parte do Mutirão do Preço Justo, promovido pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que ocorre em todo o país. O principal objetivo é assegurar que os estabelecimentos estejam repassando ao consumidor final as variações de preço anunciadas pela Petrobras, especialmente após a redução ocorrida em 16 de maio.

As reduções anunciadas pela Petrobras foram significativas. O litro do diesel passou de R$ 3,46 para R$ 3,02, representando uma queda de R$ 0,44 por litro ou 12,8%. Já o litro da gasolina teve seu valor reduzido de R$ 3,18 para R$ 2,78, representando um recuo de R$ 0,40 ou 12,6%. Vale ressaltar que a última redução da gasolina foi anunciada pela Petrobras em 28 de fevereiro, enquanto a última redução do diesel ocorreu em 28 de abril.

Essa diminuição nos preços resultou em valores que estão entre os menores desde agosto de 2021 para ambos os combustíveis. Os dados coletados durante a fiscalização, incluindo os maiores e menores preços encontrados nos postos, serão enviados à Senacon para a elaboração de um relatório que será divulgado no dia 30 de maio.

O coordenador de Fiscalização, Controle e Monitoramento de Mercado do Procon Estadual, Ivo Vinícius Firmo, ressaltou a importância dessa ação para garantir a transparência e a justiça nos preços dos combustíveis. Ele afirmou que a parceria com a Secretaria de Fazenda (Sefaz) já vinha monitorando os preços dos combustíveis em Mato Grosso, o que contribuiu para a realização eficiente da fiscalização.

Gisela Simora, secretária adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos dos Consumidores (Procon-MT), destacou a importância dos consumidores solicitarem a nota fiscal ao abastecerem seus veículos ou comprarem gás de cozinha, pois isso permite uma melhor fiscalização dos estabelecimentos em todo o estado. Ela ressaltou que, para facilitar o registro de reclamações e denúncias sobre valores abusivos nos postos, a Senacon disponibilizou um formulário eletrônico específico.

Além do Procon Estadual, participam do Mutirão do Preço Justo os Procons Municipais de Alta Floresta, Araputanga, Aripuanã, Brasnorte, Cáceres, Campos de Júlio, Colíder, Comodoro, Confresa, Juína, Lucas do Rio Verde, Nova Ubiratã, Pedra Preta, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sapezal, São José do Rio Claro, Sinop, Tangará da Serra e Várzea Grande-MT.

Veja também

Aparelho de som é apreendido e duas são detidas após perturbação do sossego e injúria racial

Rotam prende homem com espingarda após ele ameaçar comunidade

Usuário e traficante são detidos pela Rotam em Sorriso

Sorriso: sábado (24) é dia de feirinha de adoção na Praça das Fontes

Governador destaca competência dos novos desembargadores e acredita que prestação de serviços na Justiça será ampliada

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos