Promotor investiga caso de homem que aparece em vídeo comendo carne de morcego e cobra

Por: Olhar Direto

O promotor Adalberto Ferreira de Souza, que atua na Promotoria da Comarca de Dom Aquino (a 168 km de Cuiabá), instaurou nesta terça-feira (24) uma notícia de fato para apurar o caso de um homem que aparece em um vídeo preparando e comendo carne de morcego e cobra. O caso também foi encaminhado à Polícia Civil.

No vídeo, que teria sido gravado em Dom Aquino, o homem aparece cortando pedaços de carne de cobra. Logo ao lado, na mesa de madeira, estariam cinco morcegos mortos e em pedaços.

O homem ainda fala “não vou me privar por causa de coronavírus” e “ninguém vai me proibir de comer isso, só a morte vai tirar isso de mim”. Uma das hipóteses iniciais para o surgimento do coronavírus seria de que uma pessoa ficou doente após ingerir “sopa de morcego”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), no entanto, afirmou que não existe nenhuma comprovação científica de que “sopa de morcego” tenha sido a responsável pela disseminação do novo coronavírus na China.

A prática registrada no vídeo configura crime ambiental. Nesta terça-feira (24) foi instaurada a notícia de fato para apurar o caso. O promotor Adalberto Ferreira de Souza ainda determinou que a Polícia Civil instaure procedimento investigatório contra o suspeito por crime ambiental.

Próximo

Promotor investiga caso de homem que aparece em vídeo comendo carne de morcego e cobra