Promotor Luiz Fernando Pipino aponta desafios e faz reflexões sobre a violência em Sorriso; 68 homicídios neste ano

Em uma entrevista concedida nesta terça-feira (19-12), o promotor Dr. Luiz Fernando Pipino expressou profunda preocupação em relação ao aumento alarmante dos crimes dolosos contra a vida na cidade de Sorriso. O representante do Ministério Público destacou que os números são expressivos e indicam uma realidade preocupante para a comunidade local.

Estatísticas Perturbadoras

“Enxergamos com preocupação esse crescente número de crimes dolosos contra a vida”, ressaltou o promotor Pipino. Segundo as estatísticas apresentadas, em 2022, Sorriso registrou 73 homicídios consumados. Em 2023, até o momento, foram registrados 68 casos. Um cenário que preocupa as autoridades locais e desperta a necessidade de ações concretas para reverter essa tendência.

Sorriso entre as Cidades Mais Violentas do País

O promotor lembrou ainda que, de acordo com o anuário de segurança pública do ano passado, Sorriso foi classificada como a 6ª cidade mais violenta do país. Essa posição no ranking reforça a urgência de medidas efetivas para combater a criminalidade e promover a segurança da população.

A Questão da Segurança Pública

Questionado sobre possíveis soluções para a redução dos índices de criminalidade, o Dr. Luiz Fernando Pipino enfatizou que é uma questão de segurança pública que requer o envolvimento e diálogo entre todas as instituições responsáveis por combater esse tipo de crime. “O combate à criminalidade exige o somatório de forças dos poderes constituídos do Estado Democrático de Direito”, afirmou o promotor.

Disputas por Território e Tráfico de Drogas

O promotor expressou sua crença de que muitos dos crimes estão relacionados a disputas por território no tráfico de drogas. “Infelizmente, estamos nos deparando com sucessivas mortes violentas decorrentes dessa disputa por domínio territorial”, destacou Pipino, ressaltando a complexidade da situação e a necessidade de enfrentar as raízes do problema.

A Importância da Prevenção

Ao finalizar a entrevista, o promotor deixou uma reflexão importante para a comunidade: “O crime não compensa e nunca compensará. O caminho correto para crianças e adolescentes é o bom convívio familiar, educação, apoio do Estado, boa criação, acolhida, estudos, trabalho e uma vida honesta”. Ele enfatizou a importância dos setores ligados à formação do indivíduo, como as áreas social, educação e saúde, para o desenvolvimento saudável das crianças e adolescentes.

Diante dos desafios enfrentados por Sorriso, a comunidade e as autoridades locais são instigadas a refletir sobre estratégias eficazes para combater a violência e promover um ambiente seguro e saudável para todos os seus habitantes.

Veja também

Colisão frontal: identificada vítima de acidente fatal na BR-163 em Sorriso

Sorriso: Bombeiros encerram buscas pela segunda parte do corpo do adolescente Giovanni Viotto

Delegada Jessica Assis fala sobre a Campanha Maio Laranja de combate ao abuso e à exploração sexual infantil

Polícia Militar recupera em Sorriso caminhonete furtada da Funai de Colíder

Grave acidente na BR 163 próximo a Sorriso deixa uma vítima fatal

Arena Pantanal vai ser sede da Copa do Mundo Feminina de 2027