Quatro bandidos morrem em confronto com a Polícia em Cuiabá; dois eram moradores de Sorriso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Quatro homens morreram em confronto com a Força Tática da Polícia Militar, no final da tarde de segunda-feira (21/02), no bairro Altos da Serra, em Cuiabá. A ação aconteceu após a polícia receber uma denúncia de que o grupo se preparava para cometer um roubo em uma empresa no Coxipó. Com eles, 4 armas de fogo foram apreendidas, entre elas uma submetralhadora HK.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem, a inteligência da PM recebeu uma denúncia sobre uma quadrilha que se preparava para roubar uma empresa. O encontro aconteceria em uma casa do bairro Altos da Serra e de lá seguiram para o local do crime. Constava ainda na denúncia de que os suspeitos estariam em um Gol branco com final ‘56’.

Com base nas informações, as equipes se mobilizaram e iniciaram a vigilância dos suspeitos, até que eles entraram em um carro e chegaram em uma rua sem saída. Momento em que foi realizada a abordagem, mas um dos suspeitos já desceu do carro a arma em punho, apontando em direção da equipe.

Foi sinalizado para que ele soltasse a arma, o que não aconteceu. Eles atiraram contra os policiais, iniciando a troca de tiros. Os 4 suspeitos acabaram feridos. Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e a equipe médica constatou a morte deles ainda no local.

A reportagem confirmou que os mortos são: Matheus Henrique de Souza Ferreira, 26 anos, Maiki Jhonatan da Silva Santos, 25 anos, João Marcelo da Conceição Pereira, 20 anos e Geovani Santos da Silva, 19 anos.

João Marcelo da Conceição Pereira, com passagens criminais por roubo, receptação, furto e cultivo ilegal de drogas.

Entre as armas apreendidas estão, um revólver calibre 38, duas pistolas – sendo que uma foi dada como roubada na quarta-feira (16), em uma oficina mecânica de Várzea Grande, além de uma submetralhadora HK.

Moradores de Sorriso:

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram Geovani Santos da Silva, de 19 anos, morador do bairro São José, em Sorriso, é um dos 4 mortos pela Força Tática durante confronto em Cuiabá na segunda-feira (21), ostentando a submetralhadora HK, apreendida logo após a ação. Em outro vídeo, Giovani aparece mais uma vez, ao lado de outro suspeito armado. Também é possível ouvir a conversa de um comparsa, que afirma eles já estão “pegando todo mundo”.

Geovani era o mais novo dos 4 mortos. Natural de Guarantã do Norte, tinha 19 anos e não tinha passagens criminais. No vídeo, em que ele parece ter gravado dentro de um banheiro, ele faz poses com a submetralhadora. No braço um punhado de pulseiras e dois anéis. Em determinado momento, aponta a arma em direção à câmera do celular.

O outro morador de Sorriso morto no confronto com a polícia é Maiki Jonathan, também morador do bairro São José.

Já no outro vídeo, 3 homens aparecem na imagem enquanto Geovani grava com a câmera frontal. Ele segue com a submetralhadora em punhos. Todos vestem roupas pretas e bonés. Um deles começa a falar no telefone: e aí, padrinho? Então, estamos aqui pegando todo mundo, tá ligado? Já reviramos a casa, cadê os ouro, gurizada? Vocês pegaram alguma coisa?’, diz. Ao que tudo indica, eles estão no meio de um roubo.

 

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Vídeo da notícia

Veja também

6cefc52d-f7c0-49a9-8bee-c15f2ecad360

PRF apreende cocaína e armas em MT

policiais-1b

Dois policiais rodoviários são mortos a tiros na BR-116, em Fortaleza

preso-capa-870x570

Homem é preso por estuprar a filha e duas sobrinhas em MT

gcco-campo-vermelho-1

Pastor suspeito de estuprar fiéis em supostos ritos religiosos na igreja é preso em MT

1f534128-23a0-484d-8d8f-dc77404c4420

Sorriso: homem é preso suspeito de falsidade ideológica; flagrante foi no CRS

6b7a22a411992d5e32248211970621ca

Grupo espanca e ameaça matar atendentes do Subway em Sinop