Reforma e ampliação do Hospital Regional de Sorriso é entregue com presença do Governador Mauro Mendes e secretário Gilberto Figueiredo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

O governador Mauro Mendes esteve em Sorriso na tarde desta segunda-feira (23/08) para a inauguração da obra de reforma e ampliação do Hospital Regional de Sorriso, que contou com a presença de diversas autoridades. O investimento na obra foi da ordem de 10 milhões de reais nesta primeira etapa e a previsão é que todo o hospital seja reformado. O governador disse que essa nova ala que hoje está sendo entregue significa benefício para toda sociedade:  “Estamos hoje aqui para inaugurar essa ala nova do HRS. O governo do Estado tem feito um grande programa de recuperação da infraestrutura da Saúde Pública do Estado de Mato Grosso e de amplos investimentos para que essa saúde possa funcionar melhor e atender melhor a nossa população.  Hoje aqui vocês verão um belíssimo hospital, que vem com conceitos modernos de eficiência, de qualidade para o atendimento e para melhorar todos os serviços que serão prestados aqui nessa unidade. Nesta primeira etapa, foram investidos mais de 10 milhões de reais e na sequência nós vamos fazer o mesmo padrão que vocês veem aqui hoje, nas demais alas. Porque é um processo um pouco demorado, porque reformar uma casa, morando dentro, acho que todo mundo sabe o que isso significa, o que isso representa. Hoje vamos entregar essa primeira etapa”.

Dez leitos que encontravam-se na ala antiga, foram transferidos para a ala nova. E engues 29 leitos de enfermaria. “Essa nova ala traz o conceito daquilo que nós já estamos fazendo em outras unidades. Há poucos dias, nós entregamos em Colíder, como já entregamos em Cáceres e em Sinop. O hospital também está passando por esse processo de modernização, assim como Rondonópolis, assim como também lá em Cuiabá. Estamos construindo dois grandes hospitais e no interior quatro grandes novos hospitais regionais. O Hospital Metropolitano também, que nós incorporamos e ampliamos lá atrás, quando nós deixamos de fazer um hospital de campanha e fizemos um hospital definitivo”.

Sobre atendimento e contratação de funcionários. Mauro Mendes disse que isso deverá ser discutido com os prefeitos da região. “Vamos dar um grande passo que é acabar com aquele atendimento de corredor. Vamos discutir com os prefeitos uma forma eficiente para buscar transformar essa bela estrutura em belo atendimento. Eu estive aqui na campanha de 2008 e um dos grandes pedidos que fizeram pra mim era terminar uma cozinha cuja obra tinha começado há dez anos atrás. Além de entregar uma cozinha que está pronta, ampliada, moderna e eficiente, nós estamos entregando um novo conceito que passa pela rediscussão do funcionamento da Saúde Pública em Mato Grosso”.

Previsão do retorno imediato das cirurgias eletivas, após paralização durante a período da pandemia.

“O Governo lançou nesses dias o programa Mais Cirurgias , são mais de 100 milhões de reais disponíveis nesse programa de retorno das cirurgias eletivas. Vamos nesse hospital dedicar essas alas novas para o programa de cirurgias eletivas que vão atender Sorriso e demais municípios da região do Vale do Teles Pires”

Secretário Gilberto Figueiredo também reforçou o uso de algumas alas que inicialmente eram voltadas para covid, agora serão para cirurgias eletivas e que esse retorno será feito imediatamente. “Estivemos reunidos na semana passada com prefeitos e representantes dos 15 municípios do Consórcio Intermunicipal de Saúde da região justamente para deliberar isso. Era uma ala que estávamos inicialmente prevendo atender enquanto estivéssemos no colapso da covid, hoje não se justifica mais essa ala atender pacientes covid, temos leitos sobrando no estado. Deliberamos em conjunto com os prefeitos e secretários que essa área será habitada com a transferência de leitos que já estavam no hospital, transferência dos leitos de UTI convencional atual para lá, para avançarmos na reforma das estruturas. Isso que foi construído é a parte da edificação nova do hospital. Mas já temos 80% do telhado já substituído. Agora vamos avançar para uma reforma da estrutura interna. O que decidimos junto com os prefeitos foi livrar o hospital e pacientes com a covid para que a gente possa avançar no programa das cirurgias eletivas”.

Com informações de Heverton Luiz.