Representantes de produtores rurais e concessionária discutem municipalização e pedágio em estradas estaduais

Representantes de associações de produtores rurais e da Intervias, concessionária responsável pela cobrança de pedágio para manutenção de estradas, reuniram-se nesta semana para avançar nos estudos sobre a municipalização de estradas estaduais em Sorriso. O encontro teve como objetivo encontrar meios legais para permitir a cobrança de pedágio nessas vias.

O prefeito Ari Lafin, juntamente com os secretários municipais Milton Geller (Obras e Serviços Públicos – Semosp), Ednilson Oliveira (Cidade – Semcid) e Cláudio Oliveira (Desenvolvimento Econômico – Semde), além do adjunto da Semosp, Jesué Soares dos Santos, e do assessor jurídico Daniel Melo, retomaram o tema em sua agenda.

A reunião focou em buscar soluções legais para garantir a manutenção das estradas, tanto aquelas que passaram por revitalização pelo Governo do Estado, como a Estrada do Barreiro, quanto aquelas que foram asfaltadas pela primeira vez, como as MTs 485 e 490, que receberam pavimentação por meio de uma colaboração entre o Estado, a Prefeitura e os produtores rurais, organizados em associações.

A proposta é que o município assuma a responsabilidade por essas estradas, semelhante ao que foi feito pelo Estado de Mato Grosso em relação à BR-163, permitindo assim que sejam instalados pedágios e garantindo a constante manutenção dessas vias.

No caso das estradas que cortam a comunidade Barreiro, que já contavam com uma praça de pedágio antes da revitalização, a busca agora é pela municipalização dessas vias junto ao Estado. O prefeito Ari Lafin e o vice-governador Otaviano Pivetta discutirão novamente essa questão no Governo do Estado. O prefeito reforçará o pedido de municipalização das estradas que atravessam a Comunidade do Barreiro e, a partir disso, a liberação para que a Associação volte a cobrar pedágio nos trechos das MTs 443 e 487.

Quanto às MTs 485 e 490, que agora contam com asfalto, os produtores também estão buscando formas de permitir sua manutenção constante por meio do pagamento de pedágio. Nesse caso, há a possibilidade de municipalização das vias ou até mesmo a delegação desses trechos ao município, que poderia licitar novas concessões para a sua manutenção direta.

O prefeito Ari Lafin ressaltou a importância de manter esses trechos sempre em boas condições, visando à preservação de vidas e contribuindo diretamente para o desenvolvimento da região, que se baseia no agronegócio e caminha em direção à industrialização. Ele elogiou o trabalho cooperativo realizado pelos produtores, afirmando que essa colaboração faz diferença e traz benefícios para todos.

As discussões sobre a municipalização e a possibilidade de pedágio nas estradas estaduais de Sorriso estão em andamento e devem prosseguir nas próximas reuniões entre representantes das associações de produtores rurais, da Intervias e autoridades municipais. A busca por soluções legais e viáveis para garantir a manutenção dessas vias reflete o compromisso em assegurar estradas seguras e bem conservadas, fundamentais para o desenvolvimento econômico da região.

A cooperação entre os setores público e privado, representados pelos produtores rurais e pela concessionária de pedágio, demonstra a importância do trabalho conjunto em prol do progresso local. A expectativa é de que, por meio da municipalização ou da delegação desses trechos, seja possível assegurar recursos para a constante manutenção das estradas, beneficiando não apenas os produtores, mas toda a comunidade que depende dessas vias para o escoamento da produção agrícola e o acesso a serviços essenciais.

O prefeito Ari Lafin, juntamente com as demais autoridades envolvidas, continuará defendendo a municipalização das vias que atravessam a Comunidade do Barreiro, bem como a busca por alternativas que garantam a conservação adequada das MTs 485 e 490. O diálogo com o Governo do Estado será retomado, visando a encontrar soluções que atendam aos interesses dos produtores e da população em geral.

Esses esforços demonstram o comprometimento das partes envolvidas em promover o desenvolvimento sustentável da região, valorizando a infraestrutura viária e buscando soluções financeiras que permitam a manutenção de qualidade das estradas. A perspectiva é de que, por meio dessa parceria, seja possível impulsionar o progresso econômico e social de Sorriso, consolidando-o como um polo importante do agronegócio e da industrialização.

A cidade de Sorriso está engajada em buscar soluções inovadoras e colaborativas para o desafio da manutenção de suas estradas, e continuará a trabalhar em estreita colaboração com as partes interessadas, visando a alcançar os melhores resultados para o benefício de todos os envolvidos. A expectativa é de que os estudos e negociações em andamento levem a soluções efetivas que garantam a qualidade e a segurança das vias, impulsionando o desenvolvimento e a prosperidade de Sorriso e de toda a região.

Veja também

Diamond Park: inovando o Conceito de Moradia em Sorriso

Fumaça na sala de embarque do aeroporto Marechal Rondon assusta passageiros

Ex-padrasto é preso pela Polícia Civil após abusar sexualmente de adolescente e induzi-la a aborto

SORRISO: mulher é espancada com pedaço de madeira no Jardim Tropical após desentendimento

SORRISO: homem supostamente embriagado provoca acidente na Avenida Brasil

SORRISO: Empresário morre após cair em lago artificial na região do Rio Teles Pires