Seguindo regras da ONU, Governo de MT equilibra desenvolvimento econômico com sustentabilidade

A | A
O Governo de Mato Grosso está alinhado à Organização das Nações Unidas (ONU). Mais de 85% das metas para o desenvolvimento estadual, inseridas Plano Plurianal (PPA) 2020-2023, atendem aos objetivos previstos pela instituição mundial para até 2030.

Os dados foram apresentados na manhã desta quarta-feira (08.06), durante o seminário de apresentação do Diagnóstico Situacional de Indicadores Alinhados aos Objetivos (mundiais) de Desenvolvimento Sustentável, reunindo representantes do Governo do Estado e do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), realizado no auditório Governador Garcia Neto.

Para o secretário-adjunto de Estado de Planejamento e Gestão de Políticas Pública, Sandro Brandão, esta realidade significa que estas metas estão sendo atendidas. “Fizemos um trabalho detalhado, avaliando todas os nossos programas e ações, demonstrando que estamos no caminho correto para desenvolver, atingir e manter todos estes números”, afirmou.

Segundo os dados apresentados pelo consultor do PNUD, o engenheiro ambiental Felipe Dias, entre os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) da ONU – como erradicação da pobreza, educação de qualidade, redução das desigualdades, saúde e bem estar e igualdade de gênero, entre outros – sete estão 100% alinhados, quatro acima de 90% de alinhamento e seis acima de 50%.

Os dados também mostram que das 169 metas dos ODS, 131 foram consideradas na avaliação feita pela equipe do PNUD. Deste total, 60 (46%) se alinharam totalmente, enquanto 51 (39%) se alinharam parcialmente. Apenas 20 não tiveram nenhuma correlação com os programas e ações elencados no PPA mato-grossense.

Na opinião de Sandro Brandão, para se atingir os objetivos programados pela ONU a palavra-chave é equilíbrio “Isto é, harmonia entre desenvolvimento econômico, preservação ambiental, justiça social, qualidade de vida da população e uso racional dos recursos naturais. E desta forma que estamos agindo”.

Participaram do seminário, além do secretário-adjunto da Seplag (Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão), a coordenadora do Escritório Local de Projetos do PNUD, no Pará, Vanessa Fernandes Gonçalves; a coordenadora do Núcleo de Assuntos Internacionais da Casa Civil, Rita Chiletto; e Eduardo Chiletto, coordenador nacional do PAGE (Partnership for Action on Green Economy, cuja tradução para o português é Parceria para Ação em Economia Verde).

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

proibitivo

Período proibitivo do fogo começa em 1º de julho em MT

Operação-contra-extraçao-madeira-ilegal-Polícia-Federal-e-Ibama-Aripuanã-4-junho-2022-assessoria-990x556

PF interrompe atividades de 15 caminhões com madeira ilegal em operação em Mato Grosso

80081f2d2aca994cea0199d0e1ea5260

Anvisa determina suspensão do agrotóxico carbendazim

Polícia Militar e Sema apreendem 55 quilos de pescado irregular e duas espingardas

Polícia Militar e Sema apreendem 55 quilos de pescado irregular em MT

thumb__600_0_0_0_auto (29)

Sorriso: coleta de Resíduos segue para o Setor 5

Batalhão Ambiental realiza treinamento de instruções de nivelamento para patrulhamento fluvial CAPA

Batalhão Ambiental treina policiais militares para policiamento nos rios de Mato Grosso