(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Semec discute o andamento da rotina escolar com as aulas presenciais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A Secretaria de Educação e Cultura (Semec) realizou uma reunião online ontem (07) para debater com os diretores das unidades escolares municipais a organização e a percepção do retorno às aulas presenciais no município. Conforme a gestora da pasta, Lúcia Drechsler, todos os diretores relataram que as unidades estão seguindo os protocolos de biossegurança como a aferição da temperatura de profissionais e alunos na chegada, a disponibilização do álcool 70% e o distanciamento social e uso de máscara.

A secretária frisa que na reunião os diretores também ressaltaram que muitos pais procuraram a escola para dar retorno positivo em relação às aulas presenciais. “Tivemos muitos relatos de que as crianças estão mais felizes, mais tranquilas, porque elas também sentiam falta dessa rotina escolar”, explica.

Lúcia salienta ainda que todas as unidades estão preparadas para agir caso um profissional ou aluno teste positivo. “Qualquer pessoa com sintoma gripal é imediatamente afastada e orientada a procurar o atendimento no Hospital de Campanha Municipal, também recomendamos que se alguém tiver familiar que testar positivo, deve ficar em casa para  garantir a segurança dos demais”, diz.

 “Reforçamos que se alguém da família apresentar sintoma gripal, o indicado é procurar atendimento imediato e não enviar a criança para escola”, recomenda.  A secretária lembra que o município segue com as aulas remotas para as crianças que integram o grupo de risco ou que os pais tenham optado pelo modelo.

Conforme a secretária, hoje o município trabalha atendendo todos os protocolos de segurança estabelecidos pelo Ministério de Educação (MEC) e também a normativa 11/2020 do Governo Federal. “Ao fim da reunião pedimos aos diretores se eles eram favoráveis à continuidade das aulas presenciais e todos foram unânimes em dizer que sim, trabalhando de forma escalonada”, pontua.

O vice-prefeito, Gerson Bicego, também acompanhou a reunião e pontuou a necessidade de reforçar os cuidados. Conforme Gerson, as unidades escolares de Sorriso estão atuando de uma forma muito positiva e com trabalho ordenado. “Todas estão seguindo o plano de contingenciamento à risca”, destaca.

Hoje a rede pública de Sorriso oferta o Ensino Fundamental Anos Iniciais e Anos Finais em 22 escolas da rede, sendo que em uma delas há a oferta do Ensino Integral e em 13 Centros Municipais de Educação Infantil – CEMEIS. Nas unidades escolares municipais estudam mais de 15,4 mil alunos desde a educação infantil ao nono ano.

Acompanhamento nas escolas

Lúcia destaca que a Semec está acompanhando todos os casos suspeitos e positivos ligados a qualquer pessoa da rede. O caso mais grave é de um professor que se encontra entubado desde ontem (07) na UTI do Hospital Regional Hilda Strenger Ribeiro em Nova Mutum. O profissional estava afastado da escola desde o dia 25 de fevereiro quando foi diagnosticado com uma pneumonia bacteriana. Como o primeiro exame deu negativo para Covid-19, o professor continuou em atendimento e afastado do trabalho, vindo a positivar na sequência.

Além do professor, a secretária destaca que desde o retorno às aulas presenciais, com a Semana Pedagógica que teve início em 01 de fevereiro, houve 102 notificações suspeitas de Covid-19, incluindo professores, alunos, zeladores, secretárias e equipes gestoras das unidades escolares. Desse total, até o momento 67 exames retornaram negativos, 34 positivos e um ainda não chegou o resultado. Trata-se de casos isolados, sem transmissão dentro das escolas. “Estamos acompanhando de perto todas essas situações. Assim que alguém apresenta qualquer sintoma, pedimos às escolas para encaminhar para o atendimento e que respeitem a quarentena”, frisa Lúcia.TagsClaudia Lazarotto

Publicidade

Notícias Recentes