TV A Voz do Povo

Silvio, ex-secretário de Saúde de Nova Ubiratã e vereador Damiani falam sobre números de leitos de UTI e tecem críticas (Vídeo)

Por: Tâmara Figueiredo R9 News Publicado em 13/06/2020

Silvio, ex-secretário de Saúde de Nova Ubiratã e o vereador de Sorriso Leandro Damiani falaram sobre a polêmica envolvendo a criação de novos leitos de UTI na região e teceram fortes críticas ao governo do Estado e ao secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A respeito desse convênio do Governo do Estado com o Consorcio é uma vergonha, ja não tem leito hoje quado estava de secretario em Nova Ubiratã não consegui leito para paciente e Sorriso também não tem leitos e não terá se depender de como o governo do Estado vem conduzindo. o secretario de Estado, Gilberto Figueiredo fala, fala, fala e não resolve nada.

Isso a gente já vem ha anos se arrastando com isso, o Hospital Regional de Sorriso, hospital Regional de Sinop todo mundo já sem leitos para os casos normais, imagine agora com a COVID. Sigam as orientalenses da secretaria de Saúde, porque a situação tende a piorar a não ser que os municípios banquem isso, porque o Governo do Estado vão ser muito difícil fazer isso.

O vereador Leandro Damiani disse que está insatisfeito com a politicagem do governo do Estado sobre isso: “Há dois, tês meses vimos uma notícia de que a ALMT devolveu 30 milhões de reais ao Estado para investir na COVID, onde é que está esse dinheiro? Onde está o dinheiro das UTIs? Sinop já tem uma conversa a cerca de dois meses que ia ter 20 leitos, agora ontem já falaram que ia começara a funcionar os outros 10”.

Damiani denunciou que pacientes suspeitos de COVID ficaram no Pronto Atendimento do HRS sem nenhum isolamento: “Em Sorriso, no final de semana, dois pacientes suspeitos de COVID ficaram no P.A. do Hospital Regional, onde não tem nenhum tipo de isolamento. Olha o risco aos profissionais da saúde ,que estão atendendo essas pessoas. A ALMT diz que vai fazer e que vai mandar dinheiro, mas onde está esse dinheiro? Porque que não cobra para as UTIs funcionar aqui, porque que não cobra para que o Estado chegue? Ao contrário disso que era para ter 6 UTIs a mais, do governo federal, 6 UTIs a mais com recurso federal, recurso federal. Eu tenho o documento que o Governo do Estado informou que não vai colocar essas UTIs aqui, e com recurso federal. E o povo vai começar a morrer, porque vai começar a faltar leitos de UTI!.

O vereador disse que a taxa de ocupação de leitos de UTI aumentou consideravelmente em MT: “Há quatro dias era 47% a taxa de ocupação de UTI e agora já está em 74%, aumentou em quase 30% a taxa de ocupação de leitos de UTI em MT. E a Assembleia vem dizer que vão ajudar. Vão fazer o que? Vão ajudar o que? Onde está o dinheiro? A gente só quer ver os leitos de UTI funcionando, só isso. O povo vai começar a morrer porque não tem vaga. Porquê está acelerando tão rápido? porque o povo está pegando contaminação e não tem vagas”.

“Se em Sinop tivesse os leitos que estão falando ha uns dois meses aí não ia ficar paciente no PA do Regional, como ficou de sexta-feria até domingo. Ficou porque não tinha vaga”.

Por fim criticou ações de distribuição de álcool dizendo que o que realmente precisa é de leitos de UTI: “É muita conversa da Assembleia, me desculpe o Botelho, me desculpe, mas o dinheiro não tá chegando, porque se chegasse ia resolver. Álcool em gel é importante, mas hoje o que precisamos é de leitos de UTI funcionando”.

Confira a entrevista no programa A Voz do Povo:

Enquete. Participe!

Em sua opinião, o município de Sorriso deveria montar leitos de UTI?