Sogra é acusada de encomendar assassinato do genro por R$ 25 mil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Quatro pessoas foram acusadas pelo assassinato de Roberto Cândido Mateus, entre elas a sogra da vítima, Alzira Silvério Franceschini, que teria pago R$ 25 mil pelo crime. A denúncia foi encaminhada à Vara Única de Tabaporã (MT) pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT). Além da sogra, foram denunciados Letícia Jheneffer Alves Freitas, Amilson Santos Pereira e Jader Hoffman Pereira.

O crime foi idealiza por Alzira, que pagou R$ 25 mil em cheque a Letícia e Amilson para que encontrassem alguém para cometer o crime.

O motivo do crime teria sido porque a sogra queria que a sua filha ficasse com a posse dos bens patrimoniais após o divórcio do casal.
O assassinato ocorreu em outubro de 2019, na Estrada do Tatu, zona rural do município. Roberto foi morto a tiros que atingira a cabeça e causaram múltiplas lesões no crânio, face e região cervical. A causa da morte foi choque neurogênico traumático.

Os quatro foram denunciados por homicídio qualificado, mediante paga ou promessa de recompensa, por motivo torpe, com emprego de meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

Após descontar o cheque, Amilson teria contratado o primo Jader por R$ 15 mil para executar a vítima, recebendo R$ 5 mil adiantados e o restante após o crime. Na data do fatos, Jader supostamente dirigiu-se até uma estrada que dava acesso à fazenda em que Roberto Mateus trabalhava e, quando avistou o veículo da vítima se aproximando, fez sinal para que parasse.

Aproveitando-se do fato de que a vítima o conhecia, teria efetuado diversos disparos de arma de fogo em sua direção. A Polícia Militar recebeu denúncia anônima e, ao chegar no local, encontrou a vítima já sem vida.

Segundo a promotora de Justiça Anízia Tojal Serra Dantas, o crime foi praticado mediante paga ou promessa de recompensa, por motivo torpe, com emprego de meio cruel, visto que a vítima foi atingida por reiterados disparos de arma de fogo, e mediante recurso que dificultou a defesa de Roberto Mateus, que foi pego de surpresa.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

DP PEIXOTO NOVA

Homem investigado por homicídio encomendado por facção criminosa é preso pela Polícia Civil

whatsapp-image-2022-05-16-at-08.11.40 (1)

Organização criminosa investigada por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro é alvo de operação da PF em MT

16055613_1

Homem é preso em flagrante por estuprar mulher em MT

3d4a8a870b5c5f49b2c9366505af3c74

Homem morre e mulher fica ferida em acidente entre carretas e carro na BR-163 em Nova Mutum

foto_divulgacao_114_e

Em Lucas: criminosos tentam furtar agência bancaria e fogem antes da chegada da polícia

GEFRON E COD-GO

Forças de Segurança de MT e Goiás apreendem 25 quilos de cocaína na divisa entre os dois Estados