Jurídico

Sorriso: Acusados de estuprar aluna da APAE com Síndrome de Down são condenados a 10 anos de reclusão em regime fechado

Por: Tâmara Figueiredo R9 News Publicado em 12/03/2020

O Juízo da Segunda Vara Criminal de Sorriso condenou nesta semana Edson de Souza Bueno e Junior de Oliveira. Eles foram acusados de praticar estupro de vulnerável, contra uma adolescente com deficiência mental. Ambos foram condenados a uma pena de 10 anos de reclusão em regime inicialmente fechado.

O crime aconteceu no ano de 2012. Segundo constou na Ação Penal, os acusados deram carona a uma aluna especial da APAE, que à época, era adolescente. Os dois obrigaram a vítima a entrar em um veículo e a levaram até a uma mata, localizada no Parque Ecológico Municipal e forçaram a vítima, portadora de síndrome de Down, a fazer sexo oral neles.

A adolescente contou que foi obrigada a entrar em um veículo com os dois homens que a obrigaram a fazer sexo oral com eles. Eles também teriam oferecido droga para ela, mas ela alegou não ter aceitado.

Ainda cabe recurso da sentença.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, o município de Sorriso deveria montar leitos de UTI?