(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Sorriso atualiza capacitação de vacinadores da campanha contra a COVID-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Capacitar. Esse é o foco de uma atualização em vacinação que está em andamento hoje (02) nas salas da Escola Municipal Ivete Lourdes Arenhardt. Desde ontem (1º) as mesas do laboratório de informática da Escola Ivete são ocupados por 17 enfermeiros e técnicos de enfermagem de Sorriso, Ipiranga e Nova Ubiratã que atentamente acompanham as explanações da facilitadora Elaine Alves, responsável pelas ações de imunização no Escritório Regional de Saúde Teles Pires.

Elaine relata que a capacitação aborda três focos: vacinas de rotina, imunização contra a Influenza (Gripe) e imunização contra a Covid-19. “Temos duas campanhas sendo realizadas nesse momento de forma concomitante; além das vacinas rotineiras e cada uma apresenta suas particularidades”, salienta. Segundo a facilitadora, está é uma atualização rápida em imunização no contexto da pandemia que também leva em conta o Calendário Nacional de Vacinação.

“Só na imunização contra a Covid-19 vamos ter três tipos diferentes de imunizantes: cada um apresenta quantidades diferentes de doses no frasco e precisamos discutir boas práticas para evitar quaisquer desperdícios”, salienta ao explicar que a Cornovac vem em frascos multidoses com dez doses; a AstraZenaca contém cinco doses em cada frasco e a Pzifer, que começará a ser recebida pela região já na próxima remessa, vem em frascos com seis doses. “Para a vacina da Pzifer é indicado somente 3 ml, nas outras aplicávamos 5 ml; então cada imunizante tem a sua particularidade e precisamos observar isso”, ressalta. Além disso, Elaine repassa também as diferenças em relação ao acondicionamento de cada vacina. “A vacina da Pzifer, por exemplo, precisa ser conservada em temperaturas mais baixas”, explica.

O curso discute boas práticas, períodos de intervalo entre uma dose e outra e informações que devem ser repassadas para pacientes. “A intenção é estar bem preparado para imunizar com qualidade tanto na sala de vacina quanto em drives-thrus”, pontua a coordenadora do Departamento de Imunizações de Sorriso, Kátia Dal Prá.