Cultura Educação Política

Sorriso: Aulas presenciais nas escolas particulares podem voltar na próxima semana

Por: Assessoria Publicado em 28/05/2020

O retorno das aulas presencias nas escolas particulares de Sorriso foi tema de reuniões, nesta quinta-feira (28), no Paço Municipal. Primeiramente o prefeito Ari Lafin recebeu diretores e coordenadores de escolas particulares e de idiomas do município para tratar sobre o assunto, em seguida, uma comissão de pais também foi recepcionada pelo gestor municipal para discutir a mesma temática.

“Ouvimos os diretores e os pais nesta manhã, e reforçamos que todas as instituições de ensino particular que desejarem retomar as aulas presencias, devem estar com os planos de contingencia entregues à Prefeitura de Sorriso para posterior fiscalização e assim, após vencer o prazo da ação judicial, no dia 1º de junho, possam gradativamente retomar as aulas. Pude ver que as escolas estão empenhadas em cumprir todas as exigências preconizadas pelo Ministério da Saúde e reafirmo que estamos juntos na busca do que for melhor para todos”, enfatiza o prefeito.

Durante as reuniões, o prefeito citou o Plano Estratégico de retomada gradativa e segura das atividades dos estabelecimentos de ensino privado elaborado pela Prefeitura e frisou a importância de proteger não apenas a vida dos estudantes e servidores, mas de todos aqueles que estão em seu entorno, observando, sobretudo as peculiaridades da COVID-19.

De acordo com o documento, a reabertura dos estabelecimentos de ensino privado de Sorriso será feita de forma gradual, a partir da aprovação do Plano Contingenciamento elaborado pela escola. As aulas serão retomadas, levando-se em conta as recomendações previstas no Decreto 462/2020 do Estado de Mato Grosso, obedecendo critérios como distanciamento social, higiene, sanitização de ambientes, comunicação e monitoramento de profissionais, estudantes e dos espaços.

“Orientamos os proprietários das escolas particulares sobre a importância do plano de contingenciamento estar de acordo com o decreto municipal. Observando essa normativa e assumindo o compromisso de cumprir com o plano apresentado, as escolas poderão voltar a trabalhar a partir do dia 1º”, explica a secretária municipal de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, o município de Sorriso deveria montar leitos de UTI?