Sorriso: dois são presos e um menor apreendido por porte ilegal de arma de fogo

No final da noite de sexta-feira (01), a equipe da Polícia Militar realizava patrulhamento no bairro Jardim Primavera, nas proximidades da rua Manoel da Nóbrega, local esse já conhecido pela prática de crimes, conforme registros policiais.

Em frente a essa residência havia um grupo de indivíduos que ao avistarem a viatura policial empreenderam fuga, sendo que dois deles, em uma motocicleta Honda Biz. De imediato os policiais iniciaram uma perseguição na qual foi irradiado com as equipes de serviço para fazer o cerco, sendo que na rua Santa Barbara foi visualizado o condutor da motocicleta tirando algo da cintura e arremessando em um terreno baldio.

Logo mais adiante obtiveram êxito em efetuar a abordagem da dupla, realizando busca pessoal e detenção dos suspeitos. Em seguida, com apoio das equipes de serviço, foi realizado varredura no local, onde havia sido visualizado que os suspeitos dispensando o objeto e localizaram um coldre e, logo a frente, uma pistola Taurus pt59, cal. 380, com numeração suprimida e 20 (vinte) munições do mesmo calibre.

Diante dos fatos, três pessoas, sendo uma delas menor de idade foram encaminhadas a Delegacia de Sorriso para demais providências.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Comerciante-empresário-agride-mulher-em-Sinop-agosto-2022-rep

Sinop: policiais cumprem ordem judicial e apreendem arma de acusado de agredir mulher (veja o vídeo)

pRF

Cão farejador ajuda PRF localizar 30 kg de maconha em ônibus no MT

opus7

PF deflagra operação para combater associação que fraudava benefícios previdenciários em Mato Grosso e no Paraná

562e2c4f071bd128033f0b008b6fd361

4 Mortos pelo Comando Vermelho podem ter sido confundidos com membros do PCC

Joias-apreendidas-PF-opreaçao-Pontes-w-Lacerda-1-0-agosto-2022-assessoria-990x556

PF prende três em MT e cumpre mandados contra quadrilha de extração de ouro em terra indígena

operacao

‘Chapeiros’: Polícia prende quatro suspeitos pela morte de advogado