Sorriso: protocolo do GGI para prevenção de tragédias deve ser apresentado hoje

O Gabinete de Gestão Integrada de Sorriso (GGI) anunciou a criação de um grupo de trabalho dedicado à formulação e gestão de políticas públicas voltadas para a prevenção de tragédias. Composto por representantes das forças de segurança, Administração Municipal, Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Câmara de Vereadores, entidades de classes e membros da sociedade civil organizada, o grupo foi estabelecido três dias após o chocante assassinato de Cleci Calvi Cardoso, 46, e suas filhas Miliane Calvi Cardoso, 19, e duas menores de 10 e 12 anos, ocorrido em sua residência no bairro Florais da Mata.

O autor do crime bárbaro foi preso na mesma manhã em que os corpos foram descobertos, graças à rápida ação das forças de segurança. No entanto, reconhecendo a necessidade de medidas preventivas mais abrangentes, o GGI tomou a decisão de estabelecer o grupo de trabalho.

O delegado titular da Polícia Civil, Eugênio Rudy Junior, enfatizou a importância de ir além da resolução do caso: “Nosso objetivo agora é unir esforços no sentido de evitar que tragédias como essa jamais voltem a acontecer em Sorriso”.

Designado para presidir o grupo de trabalho, o coronel da reserva da Polícia Militar e assessor da Secretaria de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil (Semsep), Flavio Ramalho dos Santos, explicou as atribuições da comissão, que incluem a criação de um protocolo para analisar a dinâmica do crime, identificar eventuais falhas, aprimorar técnicas aplicadas e propor medidas de prevenção.

O protocolo está em fase de elaboração e será apresentado nesta segunda-feira (4) aos demais membros do grupo de trabalho. Uma das sugestões levantadas é a revisão dos requisitos no processo de contratação de mão de obra, permitindo uma verificação mais detalhada sobre antecedentes criminais sem discriminação legal.

A formação do grupo de trabalho conta com representantes de diversas entidades, incluindo Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil, Secretaria de Segurança Pública, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Rodoviária Federal, Conselho Comunitário de Segurança Pública, entre outros.

 

Veja também

Delegada Jessica Assis fala sobre a Campanha Maio Laranja de combate ao abuso e à exploração sexual infantil

Polícia Militar recupera em Sorriso caminhonete furtada da Funai de Colíder

Manifestação na Agência da Caixa Econômica Federal de Sorriso chama atenção para falta de pessoal

Inscrições abertas para cursos profissionalizantes gratuitos em Sorriso

Entrevista na Sorriso FM destaca a Campanha Maio Furta Cor pela Saúde Mental Materna

Secretário de Obras de Sorriso esclarece situação na Avenida Natalino João Brescansin