Sorriso: Justiça condena responsável por acidente fatal na BR-163 em 2010

A justiça de Sorriso proferiu sentença condenatória contra Peterson Isaias Cavalcante, responsável pelo acidente ocorrido em 2010, que resultou na trágica morte do empresário Alcir Cândido da Silva, de 49 anos. O acidente aconteceu na BR-163, próximo ao distrito de Primaverinha, entre Sorriso e Lucas, quando o empresário, dirigindo um VW Fox, foi colidido pelo micro-ônibus conduzido por Peterson.

As investigações apontaram que Peterson agiu com imprudência, trafegando na contramão e colidindo frontalmente com o veículo dirigido por Alcir, que seguia corretamente pela rodovia. O impacto resultou na morte instantânea do empresário, enquanto sua filha, que também estava no veículo, ficou ferida, mas sobreviveu.

A pena total aplicada foi de dois anos e oito meses de detenção, além da suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por seis meses, pelos crimes de homicídio culposo no trânsito e lesão corporal. Contudo, a pena privativa de liberdade foi substituída por restrição de direitos.

Como parte da sentença, Peterson deverá pagar uma indenização de R$ 5 mil à família da vítima e cumprir serviços comunitários em local determinado pela Vara de Execução Penal. A decisão ainda pode ser alvo de recurso.

O corpo de Alcir Cândido da Silva foi velado na capela São Miguel Arcanjo, no Jardim Alvorada, e sepultado em Sorriso. O empresário, residente há mais de 10 anos na cidade, era proprietário de uma central de fretes, e seu falecimento mobilizou centenas de pessoas, que compareceram aos procedimentos fúnebres para prestar suas últimas homenagens.

Veja também

Aparelho de som é apreendido e duas são detidas após perturbação do sossego e injúria racial

Rotam prende homem com espingarda após ele ameaçar comunidade

Usuário e traficante são detidos pela Rotam em Sorriso

Homem é baleado no Jardim Carolina e é socorrido ao Hospital Regional de Sorriso

Sorriso: corpo de homem carbonizado é encontrado dentro de veículo

Ex-padrasto de vítima de estupro é preso após ameaçar mãe da criança para não denunciar crime