“Decisão se cumpre”, diz novo secretário de Meio Ambiente sobre decisão judicial em relação ao lixão de Sorriso

“Determinação judicial se cumpre”. Com esta frase o secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, Coronel Denardi, abriu sua fala à imprensa em entrevista coletiva na manhã de hoje sobre a decisão do juiz Anderson Candiotto em relação à área do lixão. Ele explicou que o município tem uma pasta com atas de conversas com todos os setores envolvidos desde o ano de 2012.

O coronel lembrou também que existe um termo de Ajustamento de Conduta – TAC do MP, uma multa da SEMA e agora esta decisão judicial para que a Prefeitura tome providências em relação ao espaço atualmente usado para depósito de entulhos e lixo seco.

No final da tarde de ontem, representantes do setor de disk entulhos participaram de reunião com o juiz Dr. Anderson Candiotto. Entre as decisões anunciadas, a de que uma nova área seja definida até junho de 2024. A gestão destaca, entretanto, que não necessariamente deva ser uma área pública.

“No TAC a prefeitura precisa credenciar empresa que destine corretamente o lixo. Não sabemos qual empresa vai se credenciar para isso. Mas, ontem à noite [11-12], o prefeito determinou em reunião que a decretaria acelere este processo para que em fevereiro ou março, teremos como destinar este lixo para empresa”, disse Denardi.

O secretário reforçou que haverá pontos para coleta afim de atender gratuitamente a população, inclusive com caçambas de empresas credenciadas para receber entulhos de quem fizer uma reforma em casa e queira levar até o local com seu próprio veículo.

Veja também

Gato-palheiro resgatado em Sorriso passa a viver em zoológico de SP para reprodução da espécie

Prefeitura de Sorriso convida para o 4° Fórum Municipal de Cultura

Polícia Federal cumpre mandado em Sorriso na 27ª Fase da Operação Lesa Pátria

SEMA alerta que CAR será suspenso caso não haja resposta dos produtores

MPMT firma acordos e destina quase R$ 4 milhões para instituições

Polícia Militar recupera em Sorriso caminhonete furtada da Funai de Colíder