Sorriso: PJC busca prisão preventiva de suspeito de autoria do homicídio no Nova Aliança

O delegado Bruno França, responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), concedeu hoje (04-03)uma coletiva de imprensa para fornecer detalhes sobre um homicídio ocorrido na última sexta-feira (01) no bairro Nova Aliança.

A Polícia Judiciária Civil (PJC) está atualmente empenhada em garantir a prisão preventiva do suspeito envolvido no crime. Após receber a notícia do incidente, a equipe da PJC foi imediatamente ao local, onde os policiais conseguiram identificar os eventos que levaram à morte da vítima.

De acordo com o Dr. Bruno, o delegado à frente das investigações, o incidente teve origem em uma briga entre o suspeito e a vítima, ambos consumindo bebidas alcoólicas. Após a discussão, o suspeito deixou o local, mas retornou durante a madrugada para desferir golpes de faca enquanto a vítima dormia. Apesar dos esforços das autoridades, o suspeito identificado ainda não foi detido, mesmo após diligências durante todo o final de semana.

No local do crime, uma faca foi encontrada, no entanto, não era a arma utilizada no homicídio. Segundo o delegado, a faca do crime pertencia ao próprio suspeito, que a levou consigo após cometer o ato violento.

A residência onde o crime ocorreu abriga diversos moradores, todos dependentes químicos de álcool ou drogas. O delegado explicou que o suspeito, que também residia na casa, conhecia o local onde a vítima estava dormindo e aproveitou a oportunidade para atacá-la. Testemunhas relataram que havia uma animosidade preexistente entre o suspeito e a vítima, culminando na discussão mais intensa naquele fatídico dia.

A PJC está empenhada em esclarecer completamente o caso e garantir a prisão do suspeito para que a justiça seja feita. O caso ressalta a necessidade de abordar questões relacionadas ao consumo de substâncias psicoativas e suas consequências dentro das comunidades.

Hoje (04-03), o delegado Bruno França, responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), concedeu uma coletiva de imprensa para fornecer detalhes sobre um homicídio ocorrido na última sexta-feira (01) no bairro Nova Aliança.

A Polícia Judiciária Civil (PJC) está atualmente empenhada em garantir a prisão preventiva do suspeito envolvido no crime. Após receber a notícia do incidente, a equipe da PJC foi imediatamente ao local, onde os policiais conseguiram identificar os eventos que levaram à morte da vítima.

De acordo com o Dr. Bruno, o delegado à frente das investigações, o incidente teve origem em uma briga entre o suspeito e a vítima, ambos consumindo bebidas alcoólicas. Após a discussão, o suspeito deixou o local, mas retornou durante a madrugada para desferir golpes de faca enquanto a vítima dormia. Apesar dos esforços das autoridades, o suspeito identificado ainda não foi detido, mesmo após diligências durante todo o final de semana.

No local do crime, uma faca foi encontrada, no entanto, não era a arma utilizada no homicídio. Segundo o delegado, a faca do crime pertencia ao próprio suspeito, que a levou consigo após cometer o ato violento.

A residência onde o crime ocorreu abriga diversos moradores, todos dependentes químicos de álcool ou drogas. O delegado explicou que o suspeito, que também residia na casa, conhecia o local onde a vítima estava dormindo e aproveitou a oportunidade para atacá-la. Testemunhas relataram que havia uma animosidade preexistente entre o suspeito e a vítima, culminando na discussão mais intensa naquele fatídico dia.

A PJC está empenhada em esclarecer completamente o caso e garantir a prisão do suspeito para que a justiça seja feita.

Veja também

Parte da restituição do IR pode ser destinada para fundos ligados ao Conselho Municipal da criança e Conselho do idoso

PRF apreende quase 300 kg de cocaína; droga escondida em assoalho de ônibus

Estuprador é detido e agredido por populares após atacar mãe da ex-patroa

Três são detidos suspeitos de participarem de homicídio; vítima foi identificada

Polícia Civil prende pai que abusava de filhas e engravidou uma delas

PRF detém homicida foragido na BR-163 em Sorriso