Sorriso: PJC prende jovem pelo furto de R$ 32 mil da empresa do pai e descobre esquema de lavagem de dinheiro

A Polícia Civil efetuou neta quaqrta-feira (26-07), a prisão de um jovem de 19 anos, acusado de furtar a quantia de R$ 32 mil da empresa da qual seu pai é sócio. As investigações tiveram início após os proprietários da empresa perceberem desfalques nas contas bancárias e decidirem acionar as autoridades competentes.

De acordo com o delegado Bruno França, responsável pelo caso, as suspeitas logo recaíram sobre o filho de um dos sócios, que ocupava um cargo de confiança na empresa e, por isso, tinha acesso aos dados bancários necessários para efetuar pagamentos. As apurações conduzidas pela Polícia Civil revelaram que o jovem havia transferido o dinheiro furtado para contas de diversos indivíduos envolvidos em um esquema de lavagem de dinheiro.

A partir desse ponto, as investigações se aprofundaram, e a polícia começou a prender alguns dos envolvidos na lavagem de dinheiro, além de buscar recuperar o prejuízo da vítima. O delegado Bruno França explicou que o montante furtado foi pulverizado em diversas contas de comparsas, que realizaram saques em espécie e aplicaram parte dos recursos em investimentos bancários com prazo e reversão.

“Até o momento, conseguimos recuperar aproximadamente R$ 20 mil, principalmente aqueles valores que estavam aplicados em investimentos bancários, cuja reversão leva um tempo”, afirmou o delegado.

O esquema de lavagem de dinheiro revelado pela investigação é complexo e envolveu várias pessoas agindo em conjunto para dificultar o rastreamento dos recursos. A Polícia Civil conseguiu efetuar a prisão de três pessoas até o momento, mas as investigações ainda estão em curso para identificar todos os envolvidos e desmantelar completamente a operação criminosa.

O delegado ressaltou a importância de que empresas e instituições financeiras fiquem atentas a possíveis fraudes e desvios de recursos, além de adotarem medidas preventivas para evitar que esse tipo de crime ocorra.

As informações levantadas até agora sugerem que o acusado agiu de forma premeditada e aproveitou sua posição de confiança na empresa para cometer o crime. A polícia continua a investigar o caso para que todos os responsáveis sejam devidamente responsabilizados pelos seus atos.

O jovem detido está sob custódia da Polícia Civil e deverá responder pelos crimes de furto e participação em esquema de lavagem de dinheiro, o que pode resultar em pena de reclusão, caso seja condenado. Outras duas pessoas já foram detidas, de acordo com o delegado, mas as investigações continuam.

Parte do dinheiro recuperado estava em um armário de madeira.

Veja também

Tayane Cáttely é a primeira entrevistada da série Semana da Mulher na Voz do Povo

Ótica Dillane presenteia clientes com perfumes importados no mês da Mulher

Sorriso: PJC busca prisão preventiva de suspeito de autoria do homicídio no Nova Aliança

Sorriso: Empresário morre após cair em lago artificial na região do Rio Teles Pires

Sorriso: jovem morre após colidir na lateral de uma carreta na BR-163

Vereador sorrisense assumirá Secretaria Adjunta no Ministério da Agricultura