Sorriso realiza licitação para contratação de serviços de acolhimento a moradores em situação de vulnerabilidade social

O poder público de Sorriso anunciou a realização de um procedimento licitatório no dia 28 do corrente mês, com o objetivo de contratar serviços de acolhimento em casa de passagem. A ação visa o encaminhamento de moradores em situação de vulnerabilidade social, identificados pela equipe técnica do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social), que atua no apoio a indivíduos em situação de rua.

O orçamento destinado para a execução dessas atividades, que terão uma duração inicial de 12 meses, está estimado em R$ 696 mil.

O edital explica que os usuários visados são considerados, “segundo as normativas da Política Nacional de Assistência Social (PNAS), público prioritário nos serviços da assistência social”. Sorriso, devido ao seu potencial econômico, atrai pessoas de diferentes regiões do Brasil, muitas das quais, por falta de condições financeiras para retornarem, acabam permanecendo em espaços públicos locais.

Atualmente, a gestão municipal não dispõe de uma unidade própria para esse fim. A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) destaca a necessidade de um espaço temporário para a permanência dessas pessoas, permitindo que a equipe responsável pelo serviço de abordagem realize os procedimentos necessários para atender a essa demanda. A unidade proposta deverá operar 24 horas por dia, em localidade no perímetro urbano.

O local de acolhimento deverá dispor de áreas específicas, como atendimento, convivência, dormitório, cantina e banheiros para atender às diversas demandas. Além disso, contará com cuidadores para auxiliar nas atividades de vida diária e um time multidisciplinar composto por psicólogos e assistentes sociais para os acompanhamentos necessários. Equipamentos especiais, como cadeiras de roda, andador, muletas e cadeira de banho, serão disponibilizados para atender a idosos ou usuários com necessidades especiais.

A unidade também contará com um veículo para realizar atividades externas, incluindo o encaminhamento dos acolhidos para acompanhamento médico, reforçando o compromisso do município em proporcionar um suporte abrangente aos indivíduos em situação de vulnerabilidade social.

Veja também

Armazém de grãos é consumido pelo fogo durante madrugada em Sorriso

Defesa do Capitão Bombeiro Daniel Alves contesta acusações do Ministério Público do Mato Grosso

Médico de Mato Grosso é suspenso pelo CRM-MT após envolvimento em crime

Gato-palheiro resgatado em Sorriso passa a viver em zoológico de SP para reprodução da espécie

MPMT firma acordos e destina quase R$ 4 milhões para instituições em Vera e Feliz Natal

Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF