Sorriso recebe R$ 782 mil da Lei Paulo Gustavo para impulsionar a cultura local

Alívio para os trabalhadores culturais e entusiasmo pela valorização das expressões artísticas marcam a confirmação de que o município de Sorriso receberá R$ 782.413,83 mil em recursos federais provenientes da Lei Paulo Gustavo (Lei Complementar nº195/2022). O Plano de Ação de Sorriso, aprovado na sexta-feira (23), autoriza a implementação de quatro editais, previstos para serem lançados no segundo semestre deste ano.

Para atender aos requisitos da lei, a Secretaria de Cultura, Turismo e Juventude (SEMCULTJ) da Administração Municipal de Sorriso realizou diversas ações, incluindo a publicização de atos, escutas públicas presenciais e consultas por meio de formulário eletrônico. Durante as escutas, representantes das câmaras temáticas setoriais, que têm representatividade junto ao Conselho Municipal de Políticas Culturais, participaram ativamente e contribuíram para a definição dos editais.

A primeira escuta presencial envolveu os produtores culturais de música, que serão contemplados com um edital de quase R$ 250 mil. O processo já foi concluído, e a assinatura do contrato está prevista para esta quarta-feira (28). Em seguida, representantes dos setores de artesanato, audiovisual, arte cênica, cultural popular, artes visuais, patrimônio histórico e literatura também contribuíram para definir as diretrizes dos editais.

A secretária de Cultura, Turismo e Juventude, Marisa de Fátima Netto, destacou o diálogo franco e direto com o setor cultural ao longo desse processo, enfatizando que o plano aprovado contempla a todos. A expectativa é que, após a adequação da Lei Orçamentária do Município, os editais sejam lançados para que todos os produtores culturais interessados possam se inscrever.

Os editais abrangem diversas áreas, como produção de curtas e médias-metragens, videoclipes, animação, projeto de Cinema Itinerante, capacitação, teatro, capoeira, danças tradicionalistas, artesanato, fotografia, exposição de artes plásticas, desenhos artísticos, aquarelas, esculturas e eventos literários.

A Lei Complementar nº195/2022, aprovada e sancionada em maio deste ano, é uma homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que faleceu devido a complicações da Covid-19. Considerada o maior investimento já feito na cultura brasileira, a lei destina R$ 3,8 bilhões, sendo R$ 2 bilhões para os estados e R$ 1,8 bilhão para os municípios do país.

No estado de Mato Grosso, o repasse estimado é de R$ 34,9 milhões para o estado e cerca de R$ 31,5 milhões para os 141 municípios. Além de Sorriso, outras cidades também receberão investimentos significativos, como Cuiabá (R$ 4,8 milhões), Várzea Grande (R$ 2,2 milhões), Rondonópolis (R$ 1,8 milhão), Sinop (R$ 1,2 milhão) e Tangará da Serra (R$ 878,6 mil).

Sobre o tema, a Sorriso FM ouviu nesta manhã a Secretária de cultura Marisa Neto e o coordenador de projetos Francisco Guimarães.

Vídeo da notícia

galeria de imagens

Veja também

Sorriso celebrará iclusão com grande evento em comemoração à Lei Brasileira da Inclusão

Governador Mauro Mendes inaugura 281,9 Km de asfalto na MT-140

Delegacia da PRF de Sorriso apreende 210 Kg de Skunk na BR-163 em Sinop

Sorriso: homem é preso após fugir de abordagem policial e andar sobre uma roda na contramão

Sorriso: operação policial apreende armas e munições

Sorriso: duas pessoas ficam feridas após colisão entre carro e moto na Avenida Blumenau