Política

Sorriso solicita aumento do efetivo, retirada do CRS do perímetro urbano e conclusão da delegacia

Por: Assessoria de Comunicação Publicado em 03/12/2020

A comitiva composta pelo prefeito de Sorriso, Ari Lafin, pelo secretário de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil (Semsep), José Carlos  Moura; pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Drusina;  pelo presidente de Câmara de Vereadores de Sorriso, Cláudio Oliveira; e pelo futuro secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Marcelo Lincoln, foi recebida na Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) pelo titular da pasta, Alexandre Bustamante e também pelos adjuntos Coronel PM Victor Paulo Fortes Pereira (Integração Operacional) e Wylton Massao Ohara (Inteligência).

O secretário José Carlos Moura informou que o encontro, promovido ontem (2), na sede da Sesp em Cuiabá,  foi pautado por reivindicações de aumento de efetivo de policiais civis e militares; e destinação de motocicletas para a atuação de policiais, visto que este veículo oferece mais agilidade e permite ações preventivas e ostensivas em áreas como praças e parques, por exemplo. Também foram solicitadas a instalação de um Batalhão Rural, para ampliar a segurança de produtores e famílias que vivem nas áreas rurais do município; a retirada do Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS) do perímetro urbano do município para um local mais afastado; bem como aporte de recursos para a conclusão da nova sede da delegacia de Polícia Judiciária Civil.

Ainda segundo ele, com relação ao pedido de retirada do CRS do centro da cidade, o município já ofereceu uma área ao Estado e, a solicitação é que o prédio seja construído nos moldes dos CRCs contemplados no Programa Estadual Tolerância Zero, com módulos pré-moldados, e sistema automatizado de vigilância e de porta e tranca automático. Segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado, o novo sistema é mais rápido e facilita o isolamento de líderes do crime organizado, por exemplo.

Já para a conclusão da delegacia, devem ser necessários mais R$ 2 milhões. “Solicitamos ao Governo do Estado R$ 1 milhão e estamos articulando o restante por meio de outras fontes orçamentárias”, adiantou.

O prédio, que está sendo edificado na Avenida Los Angeles, em uma área doada pelo município, vem sendo erguido em etapas. Inicialmente, foram investidos recursos de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) promovido pelo Ministério Público Estadual (MPE) entre a Usina Hidrelétrica Sinop. Ao todo, os R$ 890 mil foram destinados para ações em saúde e também em segurança.

Com projetos da equipe técnica da Secretaria Municipal da Cidade (Semcid), a delegacia conta com três módulos, perfazendo uma área total de 1.150 m², onde serão realizados os serviços ordinários e especializados de investigação policial. Um destes serviços é justamente o atendimento às vítimas de violência doméstica. Para tanto, o Núcleo de Atendimento a estas vítimas contará com um acesso independente.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, o município de Sorriso deveria montar leitos de UTI?