Polícia

Suspeito de matar fisiculturista se entrega, mas acaba solto

Por: Olhar Direto Publicado em 11/02/2020

O suspeito de matar o fisiculturista Marcos Camargo, de 22 anos, se entregou na Delegacia de Polícia Civil de Rosário Oeste (105 quilômetros de Cuiabá) na tarde desta segunda-feira (10). No entanto, acabou solto, por não se tratar do período de flagrante. O crime ocorreu na madrugada de domingo (9). 

O delegado Henrique Trevisan disse que o suspeito foi ouvido e confessou o crime. No depoimento, ele disse que teve um pequeno desentendimento há aproximadamente um ano. Uma suposta namorada do suspeito seria a pivô. “De lá para cá tinha promessa de agressão, empurrões, que foi evoluindo”, explica.

No dia do crime ocorrido na Avenida Arthur Borges, no Music Bar, o suspeito teria ido armado, segundo ele, para se defender. No entanto, vítima e suspeito teriam se confrontado e Marcos foi atingido por sete tiros e morreu no local.  

Conforme Henrique Trevisan, dois motivos explicam a soltura do suspeito, mesmo que ele tenha confessado o crime. “Não tinha flagrante porque ele não foi imediatamente preso e ele se apresentou. Foi ouvido e liberado. O que não significa que ele não possa ser preso a qualquer momento se o juiz decretar”.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)