TJ-MT e Energisa realizam segundo mutirão de negociação virtual

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Clientes da Energisa podem negociar suas contas com condições especiais no mutirão de conciliação para clientes com débito com a concessionária, realizado em parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Os atendimentos iniciaram na quarta-feira, (1), e, até hoje, (03), são esperados 250 clientes para realizar a negociação e já sair com acordo homologado por um juiz. A novidade nesta edição é que, para preservar o distanciamento social por causa da pandemia da Covid-19, todas as negociações serão feitas por videoconferência.

Esse é o segundo mutirão virtual para conciliação do TJ-MT, assim como da distribuidora. Os clientes foram convidados previamente pela concessionária a participar por mensagem de SMS e já deixaram agendado o dia e horário da audiência de negociação. Além disso, foi enviado um link com a plataforma das videoconferências para todos.

Para o Juíz Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Cuiabá (CEJUSC), João Bosco Soares da Silva, conta que todas as pessoas convidadas a participar do mutirão confirmaram presença. O CEJUSC contará com sete conciliadores e fará até 80 audiências por dia. “Nós estamos usando a tecnologia a nosso favor e vamos ajudar a solucionar essas pendencias judiciais e até questões pré-processuais. Evitando assim mais demandas judicializadas”, avalia a juíz.

Murilo Galvão Marigo, gerente de Serviços Comerciais da Energisa Mato Grosso, conta que os mutirões de conciliação têm dado resultado em todas as edições, pois dão ao cliente e à empresa a possibilidade de se aproximarem e encontrarem uma solução que seja boa para as duas partes. “Não pensamos duas vezes quando tivemos a possibilidade de seguir com o mutirão de forma virtual. Para nós, é muito importante essa aproximação. Temos buscado e realizado ações inovadoras para fazer isso acontecer durante toda a pandemia e esse é mais um passo”, pontua o gerente.
Participam deste evento os clientes da Capital que receberam o convite da Energisa. “Nesses eventos ofereceremos condições especiais durante as conversas, que sempre serão acompanhadas de um conciliador do TJ. No fim, o cliente ainda sairá com o acordo em mãos”, diz.
Outras formas de negociação – Os clientes que desejam parcelar seus débitos e não participam do mutirão têm outras opções para negociar. Murilo lembra que é possível solicitar o parcelamento das faturas pelo atendimento da Energisa via WhatsApp (Gisa – 65 9999-7974) e pelo Energisa On. “O cliente pode, inclusive, parcelar por meio das próprias faturas ou com o cartão de crédito”, diz.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Fábrica da empresa brasileira BRF em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Brasil precisa qualificar 9,6 milhões de trabalhadores em ocupações industriais até 2025

Golpe Nota MT

Moradora de Nova Mutum fatura 10 mil em sorteio do Programa Nota MT

Industria-mt

Mato Grosso alcança primeira posição em crescimento médio da indústria no Brasil

04-Governo-liberará-R-32-bilhões-para-financiar-programa-de-energia-solar-Foto-Prefeitura-Municipal-de-Palmas-TO

Assembleia Legislativa de Mato Grosso Assembleia aprova em definitivo veto a ICMS de energia solar

thumb__600_0_0_0_auto - 2022-05-12T172515.407

Procon fiscaliza a venda de alimentos na Exporriso

Licenciamento impressora

Licenciamento de veículos com placa final 5 deve ser pago até 31 de maio