Veto do governo pode comprometer projeto de venda direta de etanol

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta semana a lei que trata da venda direta de etanol aos postos de combustíveis. No entanto, o trecho da lei que citava isso de forma clara foi vetado pelo presidente. Segundo a justificativa do governo para o veto, a inclusão de cooperativas produtoras de etanol na venda direta geraria uma renúncia fiscal que não está prevista no orçamento.

  • Para o deputado federal e presidente da Frente Parlamentar pela Valorização do Setor Sucroenergético, Arnaldo Jardim, os vetos podem comprometer a venda direta de etanol.

“A posição do governo surpreendeu o setor sucroenergético, pois achávamos que já havia um consenso sobre o assunto. Além disso, a posição do governo é diferente do Ministério de Minas e Energia e também do Ministério da Agricultura”, destaca Jardim, indicando que as duas pastas estavam de acordo com o projeto.

Ainda segundo o deputado, o setor está se mobilizando no Congresso para contornar o veto presidencial. “O governo diz que vai fazer um estudo sobre o projeto, com a intenção de enviar uma nova proposta legislativa. Pela redução dos custos e em defesa dos biocombustíveis vamos nos mobilizar pela derrubada do veto”, diz.

 

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Beatriz quatto

Sorriso: corpo da empresária Beatriz Alves de Freitas será velado no Centro de Eventos Rota do Sol

CRIANÇA REFEM

Homem é preso após tentar matar esposa e fazer filha de 9 meses refém

INDEA MT

Governo de MT publica nomeação de 111 aprovados no Indea

Beatriz quatto

Sorriso: Prefeitura decreta luto de 3 dias por morte de empresária Beatriz Alves

Orlalto-prefeito-de-Pedra-Preta-morto-em-agosto-2022-re

Prefeito de cidade Mato-grossense morre de câncer; autoridades expressam pesar

ciopaer leva paciente

Avião do Ciopaer leva paciente de Mato Grosso para transplante de rim no Paraná