Viaturas “desfilam ” na frente da DP que prendeu PMs por execuções

Durante depoimentos dos  64 PMs alvos da Operação Simulacrum deflagrada hoje (31) pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com 81 ordens de prisão temporária, cerca de 20 viaturas entre Força Tática, Batalhão de Operações Especiais (Bope) e Polícia Militar, desfilaram com sirenes ligadas em frente a DHPP. A concentração, conforme apurou a reportagem, começou na Praça das Bandeiras.

O ato chamou a atenção, mesmo com chuva, das pessoas que passavam e trabalham na Prainha. E quando chegaram próximo à delegacia, a velocidade das viaturas reduziu  e  o barulho ficou  mais forte  com os giroflex e sirenes se alternando.

As viaturas seguiram por toda Prainha até a Avenida Historiador Rubens de Mendonça, Avenida do CPA.

Além disso,  várias viaturas, entre elas a da Rotam, Força Tática, e a do Esquadrão de Bombas  do Bope. Todas ficaram paradas nos canteiros centrais da  Prainha.

Operação Simulacrum

A Polícia Civil e o Ministério Público Estadual (MPE) deflagraram nesta quinta (31) a “Operação Simulacrum” para cumprimento de 81 mandados de prisão temporária contra policiais militares investigados por homicídios. Também são cumpridos 34 mandados de busca e apreensão e de medidas cautelares diversas. As ordens judiciais foram decretadas pela 12ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

Na época em que ocorreram os fatos, os policiais investigados encontravam-se lotados nos batalhões da Rotam, Bope e Força Tática do Comando Regional 1.

Conforme   Polícia Civil  e o Gaeco, o grupo de militares é investigado pela morte de 24 pessoas, com evidentes características de execução, além da tentativa de homicídio de, pelo menos, outras quatro vítimas, sobreviventes

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Viatura capa site

Idoso condenado a 14 anos por estupro é preso em Nova Mutum

ouro_PF

PF cumpre 13 mandados em MT em operação que investiga extração de ouro ilegal e lavagem de dinheiro

lailse

Homem mata ex-namorada e usa WhatsApp para confessar crime

bombeiros-viatura-30-990x556

Trabalhador cai em silo em Sinop e morre; bombeiros concluem buscas

Delegacia da Mulher Tangará

Pai que abusava sexualmente da filha tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Tangará da Serra

Drogas apreendidas Gefron

Gefron apreende 202 kg de pasta base de cocaína em Porto Esperidião