Volta às aulas da rede estadual seguirá todos os protocolos de biossegurança

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Para garantir um ambiente escolar seguro para os estudantes e profissionais da educação no retorno às aulas da rede estadual, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) seguirá todas as medidas de biossegurança. Além de evitar o contágio da Covid-19, a medida visa também prevenir casos de gripe influenza H3N2 e da variante Ômicron. As aulas começam no dia 7 de fevereiro, em regime 100% presencial.

A secretaria vem alertando os diretores das escolas, por meio das Diretorias Regionais de Educação (DREs), para que mantenham os protocolos sanitários adotados desde o retorno das aulas 100% presenciais em outubro do ano passado, e recomendando aos pais e responsáveis para que façam a vacinação dos estudantes e, auxiliem na prevenção dos vírus.

Para a aquisição dos materiais, o Governo de Mato Grosso autorizou a antecipação do repasse R$ 47 milhões para que as escolas realizassem a manutenção preventiva e compra de produtos, equipamentos, e contratação de serviços de itens de biossegurança (máscara, dispenser de álcool gel, tapetes sanitizantes, termômetro infravermelho, desinfecção frequente, etc;), além de medidas de orientação visual no ambiente escolar.

“Hoje, o ambiente escolar é o mais seguro possível. Temos orientado as escolas sobre os protocolos de biossegurança e vamos monitorar todas as unidades escolares de perto. Nesse sentido, fazemos um convite aos pais que procurem as unidades, verifique como está sendo a preparação até para que se sintam mais seguros em enviar os filhos às escolas”, explicou o superintendente de Gestão das Diretorias Regionais, Hesloan Maia.

Medidas de biossegurança

O uso da máscara facial continua obrigatório em todo o Estado de Mato Grosso, assim como disponibilização de álcool gel e sanitização frequente das escolas. O plano de contingência mantém o afastamento do profissional de educação e estudantes que testarem positivo para a Covid-19, pelo período indicado pelo profissional da saúde.

A aferição de temperatura dos estudantes também continuará obrigatória na entrada da escola, não podendo assistir aulas quem apresentar febre ou sintomas gripais.

Monitoramento de profissionais e alunos

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) desenvolveu um sistema de notificação dos casos suspeitos ou confirmados para uso da comunidade escolar, no âmbito da Seduc. As informações no sistema são inseridas pela unidade escolar. O monitoramento do sistema é realizado tanto da SES, quanto pela Secretaria Adjunta de Gestão Regional (SAGR) e Secretaria Adjunta de Gestão de Pessoas (SAGP), ambas da Seduc.

As escolas, diariamente, precisam fazer um check list de acompanhamento dos alunos e profissionais onde possa ser identificado qualquer sintoma da Covid-19, desencadeando alerta para a central de monitoramento. De acordo com a Nota técnica conjunta elaborada pela Seduc-MT e SES, devem evitar participar das atividades presenciais:

• Aqueles que apresentem algum sintoma relacionado à Síndrome Gripal (SG);

• Quem estiver com quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos;

• Em crianças, além dos itens anteriores, considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico;

• Quem tiver sintoma de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que compreende: dispneia/desconforto respiratório ou pressão ou dor persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada (cianose) dos lábios ou rosto;

• Profissionais e alunos que estiveram em contato no ambiente familiar ou fora do ambiente escolar com alguém comprovadamente transmissor da Covid-19 ou está convivendo com um familiar com sintomas da doença.

Isolamento

No caso de um aluno testar positivo para a Covid-19 ou apresentar sintomas da doença os pais e as escolas serão orientados sobre não mandar para escola. Todas as unidades escolares serão orientadas a manterem uma sala de isolamento, onde o estudante permanecerá, caso necessite aguardar o pai ou responsável.

(Supervisão de Evelyn Ribeiro)

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

thumb__600_0_0_0_auto (17)

Geraldo Rufino contará sua história a sorrisenses

enem 2022

Inscrições para o Enem 2022 começam hoje

thumb__1280_0_0_0_auto - 2022-05-10T080501.065

Além de um novo Cemeis, Zona Oeste ganha reforço na infraestrutura urbana

Unemat-990x556

Unemat prorroga inscrição no vestibular para 60 cursos com 2,4 mil vagas

thumb__600_0_0_0_auto

Encontro reuniu profissionais de educação de 15 municípios em Sorriso

FOTO_NOTICIA_0

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica estende as inscrições para sua 25ª edição