(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Ação conjunta prende dois integrantes de uma quadrilha de roubo a propriedades rurais.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) atendeu uma ocorrência de cárcere privado e roubo a propriedade rural que resultou na prisão de duas pessoas neste sábado (26.06). A ação foi realizada em conjunto com Polícia Federal (PF) de Cáceres, 6º Batalhão da Polícia Militar (6ºBPM), 17º Batalhão da Polícia Militar (17º BPM), 6º Batalhão Correa (CR) e a inteligência das forças de segurança.

A equipe do Gefron foi acionada por volta das 19h, após uma denúncia anônima de que estava acontecendo um roubo a uma propriedade rural, localizada próxima a Vila Aparecida, no município de Cáceres (250 km a Oeste de Cuiabá).

Os moradores da fazenda que foram mantidos em cárcere privado por quase uma hora, relataram aos policiais que se tratavam de quatro suspeitos armados, e informaram o roubo de uma caminhonete Hilux, notebook, caixas de som, televisões, motosserra e outros pertences.

Com as informações, as equipes policiais em uma ação integrada fizeram buscas pela região, sendo encontrada a caminhonete a 30 quilômetros de distância da fazenda, já sem os eixos e sem os pneus.

De acordo com novas informações, outra equipe policial que estava em diligência, abordou um carro Celta próximo ao Portal do Pantanal. Em conversas com os agentes, os dois ocupantes do veículo confessaram que participaram do roubo a fazenda e que os pertences estavam escondidos em uma outra propriedade rural, na BR-070. Ao chegar no local, foram encontrados os bens roubados.

Com eles foram encontrados uma espingarda, um revólver .38, 833 munições, uma corrente com pingente de ouro, dois relógios, dois telefones celulares, três caixas de ferramentas, três caixas de som, dois televisores, um notebook, dois motosserras e uma máquina de solda.

Diante do fato, foi dado voz de prisão aos suspeitos. Eles foram encaminhados à Delegacia Especial de Fronteira (Defron), na cidade de Cáceres, para providências que o caso requer. O prejuízo ao crime é estimado em R$ 108.096 mil.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com