Polícia

Balanço Operação Ano Novo: PRF registra quatro mortes em rodovias de MT

Por: Nucom PRF Publicado em 05/01/2021

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço da Operação de Ano Novo 2020, que teve início às 0h de quarta-feira (30) e se estendeu até às 23h59 de ontem (3). Integrando a Operação Rodovida, a ação tem como objetivo incrementar as ações de policiamento e fiscalização com a finalidade de prevenir e reduzir o número de acidentes de trânsito consequentemente os índices de feridos e mortos, aumentar a percepção de segurança nas rodovias federais no estado e intensificar o enfrentamento à criminalidade no período da Operação.

Como o feriado de Ano Novo aconteceu em uma quinta-feira, a Operação contou com 5 dias de duração. O policiamento foi reforçado principalmente nos locais e horários de maior intensidade do fluxo e incidência de acidentes graves, a fim de garantir aos usuários segurança, conforto e fluidez do trânsito. Além disso, Policiais foram convocados extraordinariamente para reforçar as equipes operacionais nos postos.

Com a Operação Rodovida, que vai até fevereiro deste ano, A PRF teve como objetivo integrar para proteger vidas e garantir a segurança, como premissa básica a integração entre os diversos órgãos de governo a fim de reforçar a ideia de transversalidade, ações em conjunto em busca da redução de violência no trânsito.

Além das ações educativas e de fiscalização, tradicionalmente previstas pela PRF, este ano, a operação conta com uma campanha que avançará na discussão da responsabilização dos causadores dos acidentes como forma de reduzir a violência no trânsito e os custos sociais decorrentes. A ideia é sensibilizar cada um dos atores do trânsito a respeito do seu papel, das suas obrigações e os cuidados necessários para proteger a vida.

Durante os dias da Operação, a PRF em MT contabilizou 29 acidentes, 33 feridos e 4 óbitos, na operação de 2019, foram 19 acidentes, 30 feridos e nenhum óbito, havendo infelizmente um aumento nesses números, acredita-se que com o risco de contaminação pelo Covid, a população optou em viajar com seus próprios veículos, evitando assim transportes de uso coletivo como ônibus e aviões.

Nesse período foram fiscalizados 4.020 veículos e 4.886 pessoas, já na questão de multas de trânsito, as principais foram: condutor ou passageiro sem o uso do cinto de segurança (132), transporte de criança sem dispositivo de segurança (43) e a campeã, ultrapassagem em local proibido pela sinalização, essa com 140 autuações, aumento de 69% comparado a 2019 (83 autuações); aconteceu também a prisão de 12 pessoas por crime de Alcoolemia.

Enquete. Participe!

Sobre a vacinação contra covid-19: