Trânsito

Comissão de Avaliação do Transporte Coletivo debate continuidade do modal

Por: Assessoria Prefeitura Publicado em 03/02/2020

Em reunião na última sexta-feira (31) a Comissão de Avaliação do Transporte Coletivo deliberou por conceder mais quatro meses para a Administração Municipal continuar como a responsável pelo transporte coletivo. Como já havia sido concedido um prazo inicial de três meses, agora o prazo final será 31 de julho. O prazo foi estendido para que a Prefeitura possa elaborar uma licitação pública visando à terceirização do modal. A intenção é que a licitação para a concessão seja de 12 meses podendo ser renovada por mais 12 meses. O projeto será elaborado e encaminhado para a Câmara de Vereadores.

Além disso, como explica o presidente da Comissão e secretário de Governo, Marlon Zanella, também foi aprovada a inserção gradativa de alunos do ensino médio no transporte público; o investimento de R$ 100 mil para construção e melhorias de pontos. Outra questão discutida pela Comissão é a possibilidade da criação da lei do meio-passe para estudantes. “Estamos aguardando o jurídico verificar se o meio-passe pode ser criado em ano eleitoral”, destaca o presidente. Segundo ele, todas as questões deliberadas pela Comissão seguem para a apreciação da Câmara de Vereadores.

Zanella salienta ainda que hoje o desafio da Comissão é garantir ao usuário que o transporte coletivo é seguro e não sofrerá interrupções. “Temos muitas empresas aguardando para adquirir passes para seus colaboradores e assim também desafogar o trânsito na área central”, explica.

Integrante da Comissão, o presidente da Câmara de Vereadores, Cláudio Oliveira, pontua que o transporte coletivo é importante, mas gera custos para a Prefeitura. “Por isso precisamos trabalhar a concessão”, acrescenta.

A Comissão é integrada por representantes do Executivo, Legislativo, ACES, CDL, OAB, empresários e professores do IFMT.

Transporte

Desde o dia 02 de janeiro, seis ônibus com seis linhas com itinerários de segundas a sextas-feiras das 5 até as 21 horas e aos sábados das 5 às 18 horas estão rodando sob responsabilidade da Prefeitura Municipal.

A contratação emergencial dos seis veículos para o transporte de passageiros foi feita por meio da Dispensa de Licitação nº 059/2019, do tipo menor preço por item, prevista no artigo 24 da Lei n° 8.666/93. “Optamos pela contratação de uma empresa privada para a disponibilização dos ônibus, visto que é obrigação do município atender à necessidade de locomoção da população”, explica o secretário de Administração, Estevam Calvo.

O ponto de integração das linhas é a Avenida Natalino João Brescansin na Área Verde. Quaisquer dúvidas, informações ou sugestões podem ser realizadas pelo número (66) 99684-5743.

Confira o itinerário de cada linha:

A Linha 100 realiza o percurso do bairro Rota do Sol para o Centro, via Jardim Amazônia, Avenida Blumenau e Área Verde.

A Linha 200 saí do Residencial Santa Maria sentido Centro passando pelo Bela Vista, Prefeitura e Área Verde.

A Linha 210 saí do Residencial Santa Maria para o Centro via Carolina, São José, Bela Vista, Prefeitura e Área Verde.

A Linha 300 realiza o percurso Centro até o Residencial Mário Raiter, passando pela Região Leste, Mário Raiter, Rodoviária, Hospital Regional e Área Verde.

A Linha 310 faz o caminho inverso, saindo do Mário Raiter via Hospital Regional, Rodoviária, Região Leste, São Francisco e Área Verde.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)