Coronel do Exército é preso em Belo Horizonte suspeito de financiar morte de advogado em Cuiabá

Na manhã desta segunda-feira (15), a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) realizou a prisão de um coronel do Exército Brasileiro, identificado como Etevaldo Luiz Cacadini de Vargas, em Belo Horizonte (MG). O oficial é suspeito de financiar o assassinato do advogado Roberto Zampieri, ocorrido no dia 5 de dezembro no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá.

De acordo com o coordenador da ação na região sudeste, delegado Nilson Farias, policiais da DHPP se deslocaram até Belo Horizonte para efetuar a prisão do coronel. Além do mandado de prisão temporária, foram cumpridos mandados de busca e apreensão, elevando para quatro o número de pessoas detidas relacionadas ao crime.

Na semana anterior, o delegado Edson Pick, da DHPP, solicitou ao Núcleo de Inquéritos Policiais (Nipo) a prorrogação do inquérito policial (IP) relacionado ao caso. O Código de Processo Penal (CPP) estabelece um prazo de 30 dias, a contar da data da prisão, para a conclusão do inquérito em casos de prisões temporárias. Contudo, a autoridade policial tem a prerrogativa de pedir prorrogação por um período igual, aguardando a manifestação do Poder Judiciário sobre o pedido.

Em Cuiabá, três indivíduos permanecem detidos temporariamente em conexão com o crime. A empresária Maria Angélica Gontijo, o suspeito de intermediar a ação criminosa, Hedilerson Fialho Martins Barbosa, e Antônio Gomes da Silva, apontado pela Polícia Civil como o executor do assassinato.

O advogado Roberto Zampieri foi surpreendido pelo assassino ao sair de seu escritório no bairro Bosque da Saúde, em dezembro. O crime, no qual ele foi atingido por vários tiros ao entrar em seu veículo Fiat Toro, foi capturado por câmeras de segurança instaladas em prédios residenciais próximos ao escritório de advocacia. As investigações prosseguem para esclarecer completamente os detalhes e motivações por trás desse ato violento.

Veja também

Polícia Militar recupera em Sorriso caminhonete furtada da Funai de Colíder

Sorriso: homem tem R$ 5,6 mil furtados de conta bancária após cair em golpe por telefone

Operação policial desarticula tráfico e apreende armas e drogas em Ipiranga do Norte

Proprietário de borracharia e boate é condenado por integrar organização criminosa; se vangloriava dos crimes

26ª edição da Operação Lei Seca em Sorriso prendeu um e apreendeu 54 veículos

Homem portando arma de fogo em marmoraria é preso em flagrante em Lucas do Rio Verde