Crônica da Semana: “Dois amigos no deserto – uma lenda árabe”, com interpretação de Tâmara Figueiredo (vídeo)

Diz uma linda lenda árabe que dois velhos amigos viajavam pelo deserto e em um determinado ponto da viagem, estando bastante cansados e estressados, acabaram discutindo e brigando. Um acabou agredindo e ferindo o outro.

Ofendido, mas sem nada dizer, o amigo pegou o seu cajado e escreveu na areia:

“HOJE O MEU MELHOR AMIGO ME DERRUBOU NO CHÃO E ME AGREDIU”.

Passado algum tempo, eles seguiram viagem pelo deserto, até chegarem a um oásis onde resolveram banhar-se.

Banharam à vontade, até que o amigo que havia sido agredido, começou a se afogar.

Quando o outro nadou até ele e o trouxe até a margem, são e salvo. Ao recuperar-se ele pegou um estilete e escreveu numa pedra cercada de vegetação:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU A MINHA VIDA.

Intrigado, o outro amigo perguntou:

Por que depois que te agredi, você escreveu seu sentimento na areia? E agora que te salvei, escrevestes na pedra?

Sorrindo, o amigo respondeu:

“quando um grande amigo nos ofende, devemos registrar esse dano na areia, para que o vento do esquecimento e do perdão se encarreguem de apagá-lo. Mas quando um amigo nos faz algo grandioso, devemos registrar esse momento na pedra da memória e do coração, onde vento nenhum do mundo pode apagar!

Amigo que é amigo fica bravo na hora, mas depois passa. E se não passa, volta pra conversar, dialogar e se entender.

É claro que existem situações nas quais as rupturas são necessárias. E outras, onde amizades deixam de fazer sentido. Nesses casos, não se sinta culpado. Apenas tenha certeza de qual o motivo está o levando a se desfazer daquele vínculo.

Mas uma amizade de verdade, de alguém que sempre te ajuda quando você está precisando, deve ser guardada, com carinho, amor e gratidão.

Se um amigo te ofender, escreva na areia, e esqueça. Procure as pedras onde você gravou todas as vezes que um amigo salvou a sua vida.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Vídeo da notícia

Veja também

OPORTUNIDADES

Crônica da Semana “Planos e sonhos”

deus 25

Crônica da Semana: “Ouvir o que não vemos”, com Tâmara Figueiredo

Respeitar-o-proximo-e-respeitar-a-si-mesmo-reflita-sua-relacoes

Crônica da Semana: “Respeito”, com Tâmara Figueiredo

bambu ok

Crônica da Semana: “A Lição do Bambu Chinês”, com Tâmara Figueiredo

depositphotos_51475043-stock-photo-young-couple-in-love-outdoor

Crônica da Semana dos Namorados: “Fique Com Alguém Que Não Tenha Dúvidas”, com Tâmara Figueiredo

images (2)

Crônica da Semana “Desonestidade e Conivência”, na interpretação de Tâmara Figueiredo