Política

Deputado diz que dispensa de licitação deve se tornar crime hediondo

Por: Muvuca Popular Publicado em 22/04/2020

deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) declarou, durante sessão ordinária nesta quarta-feira (22), que irá encaminhar ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, para que tornem crime hediondo a dispensa de licitação durante a crise causada pelo novo coronavírus.

Segundo o parlamentar, em meio à pandemia, prefeitos e governadores estão abusando do poder para roubarem a população com dispensas de licitação e isso é inaceitável. “Estão usando o critério de dispensa de licitação em situação de emergência pra roubar o povo nesse momento, é ‘cana’ e é crime hediondo”, afirmou.

Além disso, Xuxu afirmou que a atitude deve ser considerada como corrupção e, apesar de não estarem com casos de corrupção em aberto no estado, é necessário endurecer o posicionamento perante o ato.

“Já tem gente aí botando a mão em coisas que não são justas, o país já está sem dinheiro e sem desenvolvimento porque a corrupção atrapalhou, então vamos transformar em crime hediondo as dispensas de licitação, essa indicação será muito bem-vinda e quem quiser assinar comigo, é só se juntar”, finalizou. 

Enquete. Participe!

Em sua opinião, o município de Sorriso deveria montar leitos de UTI?