Detentos que dividiam espaço com presos que fugiram de penitenciária em MT são ouvidos pela polícia

Os detentos que estavam com os 14 presos que fugiram da Penitenciária Regional Major Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, a 736 km de Cuiabá, na segunda-feira (3), começaram a ser ouvidor pela Polícia Civil, nessa quarta-feira (5).

A investigação instaurada pela polícia aponta que os fugitivos são de alta periculosidade. O objetivo agora é localizá-los e esclarecer o que levou a essa fuga em massa.

A polícia informou que realiza outras buscas necessárias para o esclarecimento do caso. O delegado solicitou perícia no local, que já está sendo feita pela Politec. Os materiais encontrados nas celas também serão analisados.

De acordo com as primeiras informações coletadas na penitenciária, os policiais encontraram um túnel escavado, de aproximadamente 30 metros, que saiu da cela 1, localizada na ala 1 do raio azul, destinado a criminosos de alta periculosidade.

Para cavar o túnel no piso, que tem entre 20 e 30 centímetros de espessura, os presos utilizaram instrumentos artesanais feitos a partir de materiais das grades e das paredes das celas.

A fuga ocorreu durante a noite. Mais cedo, houve um motim no presídio durante o banho de sol, que foi controlado pelos agentes.

Até agora, nenhum fugitivo foi localizado.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

galeria de imagens

Veja também

b15e903c-306b-41e0-85f9-5fb9c65424b4

Sorriso: polícia prende homem, apreende menor e recupera objetos subtraídos de comércio

agronomo

Agrônomo morto a tiros durante briga em festa não tinha ligações com facção, diz polícia de MT

mmm

Identificados os três mortos em confronto com a PM de Sorriso; um de 20 anos e dois adolescentes

policia civil mt

Homem é executado com vários tiros próximo a clube em Sinop

0dc8a092-692a-4564-a1d8-aeafdd6dee1e

A Voz do Povo: três homens morrem em troca de tiros com a polícia de Sorriso (vídeo)

a5a73763f1f533ee544643e8a05a967b

Sorriso: mulher troca as fechaduras da casa e da tapa na cara do companheiro