Durante discussão em rua, vereador de Cuiabá atira contra agente de segurança socioeducativo que morre no local

O vereador tenente-coronel Paccola (Republicanos) atirou contra um homem na noite desta sexta-feira (01.07), em Cuiabá, em uma rua atrás do Choppão que morreu no local. O parlamentar foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil.

Segundo a assessoria do vereador, ele chegou no local e o homem estava apontando uma arma para a mulher. Paccola teria pedido para o homem soltar a mulher, mas ele reagiu e atirou.

As informações iniciais são de que o homem é Alexandre Miyagawa, de 41 anos, agente de segurança socioeducativo , conhecido como Japão. Equipes da Rotam se dirigiram até o  local auxiliando no atendimento da ocorrência.

“Ele atirou de volta e o cara morreu. A mulher está bem. Aconteceu há cerca de 20 minutos. O vereador Paccola foi para a delegacia, mas vai se pronunciar, gravar um vídeo para se explicar certinho”, informou a assessoria.

Outra versão dita por pessoas que estavam no local é de que um casal em um carro em alta velocidade veio a colidir em veículos estacionados. Com isso, as testemunhas relataram que o agente penal desceu do carro com arma na mão ameaçando populares. O vereador estaria passando pelo local, pediu que o homem parasse.

As versões serão investigadas.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Comerciante-empresário-agride-mulher-em-Sinop-agosto-2022-rep

Sinop: policiais cumprem ordem judicial e apreendem arma de acusado de agredir mulher (veja o vídeo)

pRF

Cão farejador ajuda PRF localizar 30 kg de maconha em ônibus no MT

opus7

PF deflagra operação para combater associação que fraudava benefícios previdenciários em Mato Grosso e no Paraná

562e2c4f071bd128033f0b008b6fd361

4 Mortos pelo Comando Vermelho podem ter sido confundidos com membros do PCC

Joias-apreendidas-PF-opreaçao-Pontes-w-Lacerda-1-0-agosto-2022-assessoria-990x556

PF prende três em MT e cumpre mandados contra quadrilha de extração de ouro em terra indígena

operacao

‘Chapeiros’: Polícia prende quatro suspeitos pela morte de advogado