Equipe da PJC de Sorriso prende mulher em flagrante por abandono de incapaz e maus-tratos

Na última quarta-feira (19.07), a equipe da Delegacia da Polícia Civil de Sorriso efetuou a prisão em flagrante de uma mulher de 28 anos pelos crimes de abandono de incapaz e maus-tratos contra sua própria filha, de apenas seis anos. A ação ocorreu após o Conselho Tutelar da cidade acionar as autoridades ao encontrar a menor andando pelas ruas do bairro São Domingos sem acompanhamento de um adulto.

Ao ser abordada pelas conselheiras tutelares, a criança corajosamente relatou que havia sido vítima de diversos episódios de abusos sexuais perpetrados por várias pessoas, incluindo seu próprio irmão, com apenas oito anos de idade.

Diante da gravidade da situação e da vulnerabilidade em que a criança se encontrava, ela foi conduzida à Delegacia de Sorriso, acompanhada pela mãe, que havia sido alertada da presença do Conselho Tutelar por vizinhos. Na unidade policial, a mulher tentou manipular a filha diante das autoridades, afirmando que qualquer declaração feita pela criança era mentira.

Após os procedimentos iniciais, a menor passou por uma escuta especializada na delegacia, com o acompanhamento de uma psicóloga. Durante a entrevista, a criança relatou que enfrentava situações de fome em casa, além da falta de itens básicos como roupas adequadas. Além disso, ela descreveu episódios angustiantes de violência sexual, bem como ter testemunhado a mãe mantendo relações sexuais com homens que frequentavam a residência.

Outra denúncia veio à tona, dessa vez de um familiar da suspeita, que já havia acionado o Conselho Tutelar anteriormente em relação à situação de abandono em que a criança vivia.

Diante das evidências e do risco à integridade física e emocional da menor, a delegada Jéssica Assis representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva da suspeita. A mulher será encaminhada para audiência de custódia, onde a Justiça avaliará os fatos e decidirá os próximos passos do caso.

Para garantir a segurança e o bem-estar da criança, ela foi encaminhada para acolhimento em uma instituição do município, enquanto o irmão menor encontra-se sob os cuidados de um familiar.

A Polícia Civil de Sorriso enfatiza a importância de denunciar qualquer forma de abuso, negligência ou violência contra crianças e adolescentes, pois a proteção e preservação dos direitos desses indivíduos são uma responsabilidade de toda a sociedade. A investigação continua em andamento, e as autoridades estão comprometidas em assegurar a justiça diante desse lamentável caso de violência infantil.

Veja também

Soldado do Exército Brasileiro é preso transportando mais de 20 quilos de drogas na fronteira Brasil/Bolívia

Polícia Militar reúne mais de cinco mil competidores na 8ª Corrida do Bope

Aparelho de som é apreendido e duas mulheres são detidas após perturbação do sossego e injúria racial

Rotam prende homem com espingarda após ele ameaçar comunidade

Usuário e traficante são detidos pela Rotam em Sorriso

Homem é baleado no Jardim Carolina e é socorrido ao Hospital Regional de Sorriso