Lucas: Polícia Militar localiza corpo de vítima que teve cabeça jogada em meio a rua

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Polícia Militar (13º BPM) de Lucas do Rio Verde confirmou a localização do corpo da vitima, que teve a cabeça arrancada e jogada em meio a rua, na noite de ontem, terça-feira (25) no bairro Veneza.

Conforme noticiando anteriormente , a cabeça foi jogada dentro de um saco plástico, no cruzamento das Avenidas Goiás com a Avenida Roma. Populares encontraram o membro por volta das 22h00.

Já os restos mortais da vítima (aparentando ser um jovem de aproximadamente 19 anos) foi localizado as margens do Rio Piranhas, a cerca de 15 km do centro de Lucas do Rio Verde.

O local é conhecido pela polícia, pois há relatos de que muitos jovens são levados por membros de facção para serem executados ou serem torturados.

“Aqui já é um local bastante conhecido para esse tipo de crime. Esse pessoal de facção criminosa que quer sequestrar ou torturar alguém, acaba trazendo para essa região do Rio Piranha, que é uma região erma. Hoje pela manhã, ao assumirmos o plantão, resolvemos fazer uma checagem no local e vimos uma grande mancha de sangue no chão e ao verificarmos, encontramos o corpo dentro do rio submerso”, destacou o Tenente PM Cezar Peixoto.

De acordo com a Polícia Militar, muitos jovens foram mortos nos últimos dias em Lucas do Rio Verde, enquanto que outros sofreram tentativa de homicídio.

“Dificilmente o cidadão de bem, que não tem passagens, tem uma morte dessas. Tudo leva a crer que seja briga de facções criminosas. Temos notado também que a maioria das vítimas são menores de idade, normalmente aquele ‘cabriteiros’ que fazem a venda final de drogas”, acrescentou o oficial da PM.

A Polícia Judiciária Civil de forma integrada com a Polícia Militar, está trabalhando para elucidar os últimos crimes corridos, tendo como as principais vítimas, jovens e adolescentes.

De acordo com o investigador João Cleberson, esse último crime chama a atenção pela forma violenta que a vítima foi exposta ao ter a cabeça decepada.

“O que demonstra uma ousadia por parte desses criminosos, porém, estamos com as investigações bastante avançadas. A Polícia tem colhido bastante informações sobre esses homicídios que vem acontecendo, inclusive com autoria identificada e nos próximos dias teremos uma resposta para a sociedade”, argumento o investigador.

Ainda de acordo com o investigador, os criminosos extrapolaram os limites ao cortar a cabeça do jovem e jogar em meio a rua.

“Aquele local no bairro Veneza é conhecido por ‘pista’ onde são vendidas drogas. Porém, a polícia não vai admitir que crimes de homicídios continuem acontecendo, pois isso acaba trazendo medo e pavor para a sociedade”, concluiu o policial.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

18055926_e561180f-5

PRF apreende 420 kg de pasta-base de cocaína em MT

a1df3d978dbe00b81fd82feea54cbdc8

Polícia prende homem que mutilou clitóris da esposa e fugiu com a filha bebê

19052112_Pessoa_atr

Homem acusado de torturar esposa é preso após ser localizado em mata com três crianças

628649d18d610

Cansada de apanhar mulher tenta matar o marido

19052222_whatsapp-i

Justiça manda soltar policial investigado por atirar e matar foragido

8504b56b-dfa5-4d5a-8a18-2b7cd7f822cf

PM de Sorriso é acionada e salva bebê de 21 dias que estava engasgado