Mato Grosso reduz número de feminicídios, homicídios dolosos e roubos

Mato Grosso apresentou redução nos principais índices de criminalidade de janeiro a novembro desde ano em comparação a 2020. Em ocorrências de feminicídio, a redução foi de 27%, de homicídios dolosos, 8% e no número de roubos, 17%. Os dados são da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

De janeiro a novembro deste ano, 47 mulheres foram vítimas de feminicídio no estado, sendo que no mesmo período do ano passado, este número tinha chegado a 56 ocorrências. Já a redução de homicídios dolosos foi de 688 casos neste ano, contra 745 no mesmo período do ano passado.

Os crimes de roubo somaram 7.556 ocorrências até novembro deste ano. Já em 2020, este número era de 9.103 casos. O número de furtos teve leve aumento de 3%, com 30.770 registros neste ano, comparados a 29.976 no ano anterior.

Entre as 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps), o número de roubos também apresentou redução em 12 regionais. A maior redução no número de roubos ocorreu na Risp 10, com sede em Vila Rica, que conseguiu reduzir em 50% as ocorrências do crime.

A Risp 15, com sede em Guarantã do Norte, diminuiu 31% o número de roubos, seguida da Risp 1, de Cuiabá e da Risp 5, de Barra do Garças, ambas com redução de 26%.

Na avaliação do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, a redução dos principais índices criminais é consequência da reestruturação da Segurança Pública, por meio de investimentos do programa Mais MT.

“Desde 2019, o governador Mauro Mendes nos deu a missão de reestruturarmos a segurança, com investimentos que vão desde a construção de novas unidades, novas viaturas, novas armas e investimentos em tecnologia, como a radiocomunicação digital e o monitoramento por câmeras OCR. Tudo isso auxilia o trabalho das forças de segurança e consequentemente vão auxiliar na melhoria destes índices”, explicou.

Ainda de acordo com o secretário, o Estado tem investido em iniciativas de atendimento às vítimas de violência doméstica, como é o caso da parceria entre Polícia Civil e Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que criou o SOS Mulher (https://sosmulher.pjc.mt.gov.br/), que oferece botão do pânico e medidas protetivas online para essas mulheres.

Além disso, Bustamante também lembrou do trabalho realizado pela Polícia Militar de Mato Grosso, com a Patrulha Maria da Penha, que acompanha os casos de vítimas de violência, evitando muitas vezes que essas mulheres voltem a ser vítimas de agressão e principalmente de feminicídio.

Denúncias

O Estado disponibiliza os canais de disque-denúncia 180, específico para denúncias de violência contra a mulher; 197 e 181, disque-denúncia da Polícia Civil; contato para situações de emergência da Polícia Militar, que é o 190 e a Sesp também disponibiliza o E-Denúncias, canal de denúncias online que pode ser acessado pelo link: www.edenuncias.mt.gov.br.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

b15e903c-306b-41e0-85f9-5fb9c65424b4

Sorriso: polícia prende homem, apreende menor e recupera objetos subtraídos de comércio

agronomo

Agrônomo morto a tiros durante briga em festa não tinha ligações com facção, diz polícia de MT

mmm

Identificados os três mortos em confronto com a PM de Sorriso; um de 20 anos e dois adolescentes

policia civil mt

Homem é executado com vários tiros próximo a clube em Sinop

0dc8a092-692a-4564-a1d8-aeafdd6dee1e

A Voz do Povo: três homens morrem em troca de tiros com a polícia de Sorriso (vídeo)

a5a73763f1f533ee544643e8a05a967b

Sorriso: mulher troca as fechaduras da casa e da tapa na cara do companheiro