Mulher que teve 80% do corpo queimado em Leverger morre no HMC

Ercília de Jesus Bonifácio de Almeida, 52, não resistiu e morreu no Hospital Municipal de Cuiabá, na madrugada desta quarta-feira (15), após 4 dias internada. Ela deu entrada após ter ao menos 80% do corpo queimado na porta de casa, na comunidade de Peixinho, em Santo Antônio do Leverger.

De acordo com as informações, vítima estava internada na unidade desde o último sábado (11). Na madrugada, ela teve complicações causadas pela queimadura, não resistiu e morreu por volta das 3h. Delegacia de Homicídios foi acionada para liberação do corpo.

Consta no registro policial, narrado pela própria vítima, que por volta da 1h ela escutou alguém a chamando na porta de casa. Quando saiu, um líquido foi jogado em seu corpo e ela percebeu que se tratava de gasolina.

Em seguida, atearam fogo no corpo dela. Vítima foi socorrida com queimaduras de 2º e 3º grau e encaminhada consciente, mas em estado grave para Cuiabá. Ela não soube informar quem a autoria do crime.

Testemunhas disseram aos policiais que o atentado podia ter ligação com uma disputa de terras na região. O nome de um dos suspeitos já foi repassado à Polícia Civil da cidade, que não o localizou.

Ainda há relatos de que 3 pessoas em uma caminhonete branca foram flagradas fugindo do local. Caso segue sob investigação.

Veja também

Sorriso: tiroteio em bar no Jardim Primavera deixa um homem gravemente ferido

Sorriso: operação Vitae Fase XI resulta em prisões e apreensões no Boa Esperança

Sorriso: suspeitos de tentativa de homicídio são detidos pouco depois do crime

Sorriso: homem morre esfaqueado no bairro Nova Aliança 1

Patrulha Rural prende homem com réplicas de armas de fogo em Cláudia

Integrante de bando morto em confronto com a polícia de Lucas do RIo Verde era morador de Sorriso