Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

A Operação Integrada Parador 27, que mobilizou 1.062 agentes das forças de segurança de Mato Grosso visando o combate ao crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes, resultou na prisão de 120 pessoas. A operação teve início no último dia 2 de maio e encerrou nesta quarta-feira (18.05).

A ação foi deflagrada nacionalmente pela Polícia Rodoviária Federal, com foco na malha rodoviária federal e estadual. Em Mato Grosso, foi reforçada com grande aparato da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Conselhos Tutelares, e estendida a 63 municípios.

A atuação dos órgãos de segurança ocorreu, principalmente, nos pontos às margens das rodovias apontadas pelo painel de monitoramento da PRF e por levantamentos locais como possíveis espaços de exploração sexual.

De acordo com o relatório da operação, seis menores vítimas de violência sexual foram resgatadas, sendo quatro no município de Apiacás (984 km de Cuiabá) e duas em Nova Bandeirantes (997 km da Capital). Ao todo, 6.757 pessoas foram abordadas, 68 denúncias apuradas e 608 locais foram fiscalizados.

A operação contou com a realização de 282 blitz, nas quais 131 pessoas acabaram sendo conduzidas a delegacias por suspeita de outros crimes, e seis adolescentes apreendidos. Ainda, na apreensão de 29 armas de fogo, seis armas brancas, 527 munições e dezenas de porções de entorpecentes.

O secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli, avaliou como positivo o saldo da operação, destacando que as forças de segurança estão empenhadas no combate à exploração sexual e todas as formas de violência conta as crianças e os adolescentes.

“Foi uma importante integração em âmbito estadual que demonstrou preocupação e interação das nossas forças de segurança”, assinalou.

A Operação Parador 27 foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com apoio do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, e ocorreu nos 26 estados e no Distrito Federal.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

62b5ceb24e7b6

Juiz mantém preso acusado de estuprar meninas, conhecido pelo “Escândalo dos Aloprados”

23062208_Viatura_na

Padrasto que estuprou e engravidou enteada duas vezes é preso após investigação

crianca-3anos

Lucas: homem diz que espancava enteada de 3 anos para dar corretivo na criança

giroflex4

Ipiranga do Norte: pai procura delegacia e denuncia que fotos íntimas de filha foram divulgadas em rede social

Lucas do Rio verde

Polícia Civil prende padrasto por maus-tratos contra menina de 3 anos em Lucas do Rio Verde

whatsapp-image-2022-06-23-at-20.04.00

PRF apreende quase 200 kg de droga escondidos em pneu de caminhão em MT